Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
Círio

Emoção marca serviço voluntário na Casa de Plácido

sexta-feira, 07/10/2016, 16:52 - Atualizado em 07/10/2016, 17:07 - Autor:


Emoção. Esse é o sentimento de quem participou pela primeira vez como voluntário nos serviços da Casa de Plácido, que auxiliam os romeiros e os peregrinos oriundos de outras regiões do Estado do Pará e do Brasil que vêm em destino a Belém.


Este é o caso da técnica de enfermagem Paula Cecim, que pela primeira vez participou como voluntária no local. “É um serviço muito lindo. Uma emoção muito grande. São pessoas estranhas que estão ali, que você nunca viu na vida, mas que se tornam tão íntimo que parece que você conhece há anos. A fé, devoção à Nossa Senhora de Nazaré, tornam uma união tão linda”, afirma. 


(Foto: Paula Cecim/arquivo pessoal)


Ela diz que “quando terminar, já vou contar os dias para o Círio do ano que vem, pois novamente vou participar”.


“Você pode participar de várias maneiras. Têm gente que fica fazendo a comida, outros servindo, outros no lava pés, são muitas maneiras de ajudar. Eu fiquei no lava pés, que é o primeiro atendimento que o romeiro recebe. A gente tira as ataduras, faz a lavagem nos pés e em seguida eles seguem para o ambulatório. Depois ele se alimentam, podem descansar”, detalha.


(Foto: Paula Cecim/arquivo pessoal)


Paula Cecim conta que foi influenciada pelo filho Paulo Marcelo, de 19 anos, para participar. “Esse é o quarto ano que ele participa. Ele sempre me chamava, mas eu acabava não conseguindo ir, pois tenho uma filha mais nova, tem os afazeres de casa. Mas esse ano eu consegui. Ele (Paulo Marcelo) também chamou um amigo para participar pela primeira vez, que também adorou”, conta.


Mais de 600 pessoas se inscreveram para participar como voluntários na Casa de Plácidos no Círio 2016. Eles foram divididos em equipes responsáveis pelo atendimento; saúde; acolhimento; liturgia; massagem; limpeza; cozinha; lava pés; equipe de apoio ao voluntariado e almoxarifado.


Quem quiser ajudar também pode doar produtos de limpeza, higiene e primeiros socorros.



(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS