Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$
Círio

Bombeiros saúdam Virgem Maria

terça-feira, 27/09/2016, 07:42 - Atualizado em 27/09/2016, 07:42 - Autor:


Ontem foi a vez da imagem de Nossa Senhora de Nazaré percorrer as ruas de Belém junto ao Corpo de Bombeiros Militar (CBM). O 13° Círio do Corpo de Bombeiros teve início por volta das 7h, com saída da Basílica de Nazaré e chegada no Comando Geral do Corpo de Bombeiros, na avenida Júlio César. Com veículos do serviço militar e uma multidão com representantes de todos os quartéis do CBM, a procissão passou por vários bairros e ruas de Belém até chegar em seu destino.


VEJA IMAGENS

Depois da procissão, a imagem foi recebida pela banda do Corpo de Bombeiros e com fogos de artifício. Em seguida, foi celebrada em missa no Comando Geral, aberta ao público. Para o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Zanelli Nascimento, a visita de Nossa Senhora é de grande importância por ser o momento que a corporação tem para pedir bênçãos.

EMOÇÃO

“No dia do Círio, estamos trabalhando em função da segurança da população, então a visita da imagem peregrina no quartel é o nosso momento de devoção”, disse o comandante geral. Para ele, o momento traz “um sentimento de solidariedade que tem tudo a ver com a nossa profissão”, resumiu. O coronel Emanuel Duarte, capelão responsável por celebrar o rito da bênção à imagem peregrina de Nossa Senhora, ressalta ainda que o Círio dos Bombeiros tem a característica de ser aberto à sociedade. “A população está sempre presente e podemos fazer esse laço entre trabalho e espiritualidade”, afirmou.



Capelão celebrou o rito de benção. (Foto: Pedro Guerreiro/Diário do Pará)


É o que fazem a esteticista Cíntia Lopes, 35 anos, e o técnico em elétrica Michel Lopes, 31. Eles moram perto do Comando Geral e fazem questão de participar da missa de celebração. “Já que no Círio mesmo é difícil, esta é a nossa oportunidade de nos aproximar da imagem de Nossa Senhora”, disse Cíntia. Para Michel, essa é também a oportunidade de agradecer pelas graças da vida. “Como católico, é preciso vir reconhecer a importância que Nossa Senhora tem não apenas em nossas vidas, mas na história da humanidade”, diz.



Procissão percorreu bairros de Belém. (Foto: Pedro Guerreiro/Diário do Pará)


PROTEÇÃO

Para os integrantes do próprio Corpo de Bombeiros, o Círio interno tem valor especial. O subtenente César Augusto, 44 anos, do 1º Grupo de Busca e Salvamento (GBS), já está há 25 anos no Corpo de Bombeiros e nunca perde uma edição do Círio. “Temos uma profissão de risco e pedimos sempre que Nossa Senhora nos proteja para podermos proteger a sociedade”, afirmou. Segundo ele, já existe uma cultura dos militares “de se encontrar harmoniosamente nessa data. É emocionalmente renovador”, declarou.

(Alice Martins Morais/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS