Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
Círio

Corte da corda assustou fiéis na reta final

segunda-feira, 12/10/2015, 08:23 - Atualizado em 12/10/2015, 10:22 - Autor:


Ao som de Vós Sois o Liro Mimoso, os romeiros acolheram a chegada da Berlinda à Praça Santuário às 11h35, com mãos ao alto e corações cheios de alegria e emoção. A imagem de Nossa Senhora foi muito aplaudida no momento em que foi retirada da berlinda pelo diretor da festividade do Círio, Jorge Xerfan Neto. Com pouco mais de cinco horas de duração, este ano a procissão terminou mais cedo (iniciou às 6h) e a corda foi cortada ainda no inicio da avenida Nazaré , às 9h45. Mas, para a diretoria da festa, independentemente do horário de chegada o sentimento de fé foi o mesmo. “Aconteceu que tenha sido mais rápido. Na verdade, não nos preocupamos com o tempo e não foi possível evitar o corte antecipado da corda. Mas os olhares das pessoas, eram de fé e graças a Deus, em mais um Círio”, avaliou Xerfan, que levou a imagem da berlinda até o altar da Praça Santuário.


DEVOTOS


Foi emoção sem fim para Amélia Macêdo, 66, que viajou sozinha em excursão vinda de Teresina (PI). Este já é o terceiro Círio que participa, e ele sempre fica na Praça Santuário. “Cada vez que venho é uma emoção diferente. Cada vez ela está mais linda e voltarei sempre, se Deus quiser, para pedir bênçãos e agradecê-la por tudo”, emocionava-se.


Cristiane Cardoso de 41 anos tinha nas mãos um canudo de formatura. Dentro, um currículo profissional. Este foi o agradecimento e pedido a Maria. “Consegui me graduar depois de muitas dificuldades, em Gestão da Tecnologia da Informação”, dizia a estudante. “Se consegui isto, foi graças a ela. Aqui dentro tem um currículo. Estou desempregada e vou fazer esta nova promessa”, contou. Este é o terceiro pagamento de promessa de Cristiane que chegou a ficar em coma em 1998 após um acidente de automóvel. “Fiquei em coma por três dias e tive três paradas cardíacas e sobrevivi. Sou muito grata a ela”, justificava. 


ENCERRAMENTO


A missa de encerramento foi celebrada por Dom Irineu Roman, bispo auxiliar da Arquidiocese de Belém. Na mensagem passada aos fiéis, o religioso ressaltou as palavras fé, oração, caridade e a vida com Cristo ao Círio. A quinta palavra que também representava o Círio era Dom Vicente Zico, que faleceu em maio deste ano.


“Dom Zico foi um seguidor mariano que sabia expressar o seu sentimento sabiamente. A diretoria da festa soube coloca-lo presente aqui. E vocês poderão ver depois estampado no manto de Nossa Senhora de Nazaré a homenagem à Dom Zico”, falou sob aplausos dos fiéis.


(Emily Beckman/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS