Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
Círio

Estudantes contam segredos que trouxeram premiação

domingo, 04/10/2015, 09:31 - Atualizado em 04/10/2015, 09:47 - Autor:


Quando o telefone tocou, a estudante Ramona Carvalho Barros, 16 anos, teve a notícia que não esperava receber. Convidada a participar do XXI Concurso de Redação do Círio por um professor da escola particular onde estuda, ela foi surpreendida ao saber que foi a primeira colocada na disputa, que envolveu aproximadamente 90 estudantes do ensino médio. Não apenas para ela, mas também para os que venceram em segundo e terceiro lugar, fica a satisfação por terem conseguido expressar, em palavras, um pouco da fé dos paraenses pela Virgem de Nazaré. 


Estudante do terceiro ano do ensino médio, Ramona manteve o pensamento voltado para a santa de devoção assim que teve acesso à prova. Antes de grafar as primeiras palavras na página em branco, a jovem rezou, pediu inspiração e deixou transparecer no texto toda a emoção provocada pelo Círio de Nazaré. “O fato de eu já ter contato com o Círio me ajudou muito. Tentei lembrar os detalhes e passar isso para o texto”. 


Uma semana antes de o teste ser realizado, Ramona se preocupou em ler as redações vencedoras dos anos anteriores e treinar a escrita de redações com o auxílio de um professor. Vendo o resultado advindo do esforço da filha - que pretende prestar vestibular para os cursos de engenharia biomédica e medicina -, os pais não escondem a emoção sentida. “Fiquei muito emocionado”, descreve o professor Luiz Antônio de Barros, 51 anos, pai de Ramona. “Foi uma felicidade muito grande mesmo”, resume a pedagoga Roma Barros, 49 anos, mãe da estudante. 


BELÉM E A FÉ


Independente da preparação de cada candidato antes do teste, todos os participantes só conheceram o tema da redação no momento da prova. Dentre as exigências, era necessário que o texto tivesse entre 12 e 30 linhas e tratasse sobre “Maria como presença viva na vida do cristão para orientar através do amor e do exemplo a nossa vida nas pegadas de Jesus”. 


Envolvida pela fé das pessoas que acompanham a procissão, a estudante do primeiro ano do ensino médio Heloísa Maria Ferreira Torres, 16 anos, trabalhou o olhar sobre a cidade de Belém para buscar inspiração para escrever a redação que lhe garantiu a segunda colocação no concurso. Para ela, o desafio de criar um texto sobre o Círio não deixou de ser uma novidade. “O mais difícil foi tentar escrever sobre um tema que eu não costumava pensar muito.” 


Acompanhando as notícias e o resultado do concurso pelo site, ela também não esperava ficar em segundo lugar dentre tantos concorrentes. Como consequência da dedicação, o que ficou foi muito além do prêmio recebido. “Para mim foi muito bom porque me deu incentivo a mais para estudar, treinar a escrita”, comemorou.


(Cintia Magno/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS