Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
JUVENTUDE

Com romarias canceladas, participantes buscam programações alternativas

Por causa da pandemia do coronavírus, quem costuma exercer sua fé nas procissões do Círio terá de buscar outras formas de mostrar devoção, seja fazendo percursos solitários ou participando de ações virtuais

quinta-feira, 01/10/2020, 08:39 - Atualizado em 01/10/2020, 08:39 - Autor: Alexandra Cavalcanti


Grupo Pedal Azulino Bicolor fará o percurso próprio para expressar a fé em nossa senhora
Grupo Pedal Azulino Bicolor fará o percurso próprio para expressar a fé em nossa senhora | Reprodução

Desde o anúncio, ainda no mês de agosto, de que as romarias oficiais do Círio 2020, assim como a grande procissão estariam suspensas este ano por conta da pandemia, romeiros de Nossa Senhora têm procurado uma forma alternativa para expressar a fé e até mesmo pagar promessas. A ideia central é respeitar os protocolos de saúde, como o distanciamento e o uso de máscara e, ao mesmo tempo, encontrar uma forma de homenagear a Padroeira dos paraenses. Esse desejo deu origem a ideias criativas e inusitadas, como a corrida virtual, em substituição a Romaria dos Corredores e a pedais individuais ou em pequenos grupos, em dias e horários alternativos, além de programação virtual voltada para os jovens devotos de Nossa Senhora.

O Diácono Emanuel Duarte é o criador da Romaria dos Corredores, que desde 2014 passou a fazer parte do calendário oficial de romarias da quadra nazarena. Todos os anos, cerca de 3 mil pessoas costumam participar dessa romaria, no sábado anterior ao Recírio. Mas este ano, tudo mudou. “Muitas pessoas nos procuraram pedindo uma programação alternativa. Por isso, decidimos organizar corridas virtuais, ou seja, cada pessoa vai escolher um dia e um horário, para fazer a sua corrida de sete quilômetros ou não, prestar a sua homenagem à Nossa Senhora ou pagar sua promessa, e depois postar vídeos e fotos nas redes oficiais da Romaria dos Corredores para que possamos divulgar”, antecipa o diácono.

Para a realização dessa programação, o diácono explica que será disponibilizada uma hashtag e as tradicionais camisetas da romaria. “Estamos procurando parceiros para mandar produzir as camisas, porque muitos participantes gostam de guardar como lembrança”, conta. “Estamos aconselhando que as pessoas façam sozinhas ou no máximo de dois em dois, respeitando o distanciamento de dois a três metros, usando máscaras e sem nenhum contato, seguindo todos os protocolos recomendados”, explica ele, destacando que o mais importante é manter a segurança em relação a saúde e a fé.

O corredor Francisco Abinader já aceitou o desafio. Ele participa da Romaria dos Corredores desde quando foi criada, juntamente com um grupo da academia que frequenta. Este ano, por conta da suspensão vai aderir a corrida virtual. “Vivemos um momento muito diferente e temos que nos reinventar e nos adaptarmos. O momento é de se reinventar”, incentiva.

Francisco optou por fazer a corrida na rua e seguindo algumas tradições da Romaria dos Corredores. “Para mim, a parte mais emocionante ocorre quando a romaria passa em frente à Igreja da Sé, quando o diácono fala aos devotos de cima do trio elétrico. Mesmo sabendo que isso não vai acontecer este ano, vou passar por lá”, garantiu ele, que pretende ir sozinho para evitar aglomeração. A organização da romaria virtual está disponibilizando um contato de WhatsApp para quem quiser adquirir as camisetas e saber mais informação sobre como participar: (91) 98217-9556 (falar com Cláudia).

BICICLETA

O ciclista Marcelo Alves é coordenador do grupo Pedal Azulino Bicolor, o qual conta com cerca de 100 participantes. Há cerca de cinco anos, eles organizam o chamado “Pedal da Santinha” que sai da Basílica para acompanhar o percurso, a partir do Entroncamento, do traslado que sai do município de Ananindeua, com a Imagem Peregrina, rumo à Icoaraci, no sábado pela manhã, véspera da grande procissão. Este ano não haverá esse traslado, a solução foi encontrar uma outra forma dos ciclistas fazerem essa homenagem. “No dia 11 de outubro, vamos fazer um percurso saindo às 7h da manhã da Praça Batista Campos, dar uma volta pela cidade e depois seguir rumo à Basílica, onde faremos uma oração para prestar homenagem a Nossa Senhora e muitos poderão pagar suas promessas, sendo obrigatório o distanciamento e o uso de máscaras”, detalha.

JUVENTUDE

Já a Romaria da Juventude completa 20 anos de criação. Este ano também haverá apenas uma programação virtual. “Infelizmente tivemos que adequar a realidade e apesar de toda a nossa inquietação, acolhemos as orientações da diocese e faremos uma programação on-line, em forma de live, no dia 17 outubro, quando ocorreria a romaria, a partir das 14h”, ressalta o coordenador geral Romaria da Juventude, Deuzimar Santos. Quem quiser participar deve acessar os canais da Basílica e da TV Círio ou as mídias sociais da Romaria da Juventude, sempre usando a hashtag #rj2020anos. “O nosso objetivo é que seja uma programação acessível para o maior número de pessoas, principalmente para os jovens, que poderão participar contando suas histórias na romaria”, explica.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS