Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
INFORMAÇÃO

Círio 2020: RBA fará uma cobertura especial

Os veículos do Grupo RBA já estão com tudo preparado para oferecer ao público uma cobertura diferenciada e com muitas novidades

sábado, 26/09/2020, 20:45 - Atualizado em 26/09/2020, 20:45 - Autor: Luiz Flávio/Diário do Pará


| Ney Marcondes/Diário do Pará

Como transmitir uma das maiores manifestações religiosas do mundo sem suas romarias realizadas em 15 dias de festa, e que foram canceladas em decorrência da pandemia, mantendo a mesma emoção que sempre caracterizou o Círio em 227 anos e que mobiliza milhões de pessoas mundo afora? 

Para os jornalistas do Grupo RBA que irão trabalhar nas transmissões desse ano, o segredo está na motivação e na criatividade. O jornal DIÁRIO DO PARÁ, o portal Diário On Line, a RBATV e a Rádio Clube estarão mobilizados como nunca para levar a maior e melhor transmissão ao seu público. 

Diretor-presidente da RBA, Jader Barbalho Filho destaca que os veículos do grupo se prepararam para uma grande cobertura de um Círio nunca antes vivido no Pará. Ele lembra que os brasileiros passaram por momentos difíceis este ano causados pela pandemia, com muitas mortes de pessoas queridas. 

“Houve muita dor, muito sofrimento. O nosso leitor, ouvinte e telespectador merece a maior e melhor cobertura dessa que é a maior festa religiosa do Norte do país e uma das maiores do mundo. Nos preparamos para homenagear não apenas Nossa Senhora, mas a população do Pará como um todo. Aguardem porque serão muitas novidades”, destaca. 

Camilo Centeno, vice-presidente da RBA, destaca que com a pandemia e a mudança completa do Círio os veículos de comunicação tiveram que se reinventar. “A cobertura jornalística tradicional que acompanhamos há décadas através do rádio e da TV muda esse ano por causa da suspensão das procissões. O Círio vai ocorrer, mas de uma maneira mais pessoal, na casa de cada família, no individual de cada um e vamos seguir a cobertura por esse caminho, com várias matérias jornalísticas e ações que traduzam essa fé”, explica. 

Toda a programação do domingo da RBATV, DOL e rádios será ao vivo, desde a abertura, com a missa na Catedral; até o encerramento, com a celebração na Praça Santuário. Nesse intervalo de cerca de 3 horas e meia, Centeno explica que será veiculada uma programação especial. “Na TV, por exemplo, vamos construir um estúdio como se fosse uma casa, para reproduzir o aconchego das famílias em seus lares, já que as pessoas não poderão estar presentes”, destaca. 

“Tudo com muita interação com os telespectadores. Também estaremos presentes e levando ao público toda a programação feita pela Arquidiocese nos dias que antecedem o domingo”, antecipa Camilo.

 DESAFIO

 Clayton Matos, diretor de redação do DIÁRIO, avalia que os jornalistas terão um desafio enorme na cobertura do Círio deste ano. “Mas é um desafio interessante, motivador, que estimula bastante nossas equipes a irem para as ruas com a responsabilidade de contar como foi o evento sem as procissões, mas com muita fé e devoção na padroeira numa atmosfera habitual de um Círio”, diz. 

Quem vive de jornalismo, aponta, necessita de missões assim. “Vamos com força máxima, time completo, e focados nessa missão de relatar tudo o que veremos no final de semana que tradicionalmente paralisa Belém. Desta vez, não será diferente. Vai ter Círio de qualquer jeito e o DIÁRIO fará uma cobertura diferenciada como sempre propôs em respeito aos milhares de leitores e ao mercado”, garante. 

O jornal lançará cadernos especiais, matérias exclusivas, entrevistas com quem faz o Círio estando nos holofotes ou como anônimo, os tradicionais pôsteres de Nossa Senhora, e muito mais. “Os leitores terão muitas surpresas até o segundo domingo de outubro. Buscamos sempre a excelência nessa cobertura e vamos entregar aos nossos leitores produtos que caracterizaram o DIÁRIO como o jornal que fala tudo sobre o Pará e o paraense”. 

Álvaro Borges, gerente de jornalismo da RBATV, ressalta que sem a imagem de Nossa Senhora de Nazaré (pelas ruas de Belém e região metropolitana) e sem a presença da corda, a emoção da festa acontecerá nas casas paraenses. “A pandemia não acabou e exige de todos a responsabilidade de manter os cuidados com a higiene e evitar aglomerações. E, pensando nisso, a RBATV fará uma transmissão que vai valorizar a família reunida no aconchego do lar”. 

Olga Léria/Diário do Pará
 


TEMA 

Com o tema “Os Sentidos no Círio na RBA”, os paraenses ficarão por dentro das celebrações ao vivo, com reportagens e programas especiais. O cenário do programa vai retratar uma casa no dia do Círio. A alegria de receber os amigos e familiares estará na tela da RBA. “E não vai faltar o almoço do Círio, com um chef preparando ao vivo as gostosuras e dando dicas para quem adora cozinhar. Convidados serão recebidos e darão entrevistas”. 

As reportagens especiais, diz Borges, vão retratar como as pessoas pagam as promessas nesse período, além das curiosidades e momentos inesquecíveis. “Nossos repórteres estarão espalhados pela cidade para registrar todos os relatos dos fiéis. A previsão é que a transmissão no domingo tenha mais de três horas”. 

A interatividade entre os meios de comunicação do Grupo RBA também será um diferencial. Todos os profissionais estarão conectados e informando em tempo real. E, como grande destaque, um telão será instalado na “casa paraense da RBA” para conectar os devotos da santa de todo Brasil e do mundo. “Eles poderão participar do Círio ao vivo com relatos sobre a relação deles com Nossa Senhora de Nazaré”.

 DRAMATIZAÇÕES CONTARÃO HISTÓRIAS DAS "MARIAS PELO MUNDO"

Nonato Cavalcante, diretor de jornalismo e programação da Rádio Clube, afirma que a transmissão ao vivo iniciará na missa na Catedral Metropolitana de Belém, na manhã do domingo do Círio. “Após essa celebração iniciaremos a nossa transmissão especial propriamente dita, veiculando matérias especiais ao longo do dia sobre diversos temas, como as caminhadas de fé, o Círio em família, milagres de Maria, entre outros. Paralelamente a isso teremos a participação constante do ouvinte através do telefone e de aplicativo de mensagens”. 

Repórteres da rádio estarão espalhados em pontos estratégicos entrevistando os fiéis, destacando as manifestações de fé, entre outros. “Nesse momento vamos entremear depoimentos especiais de personalidades como artistas e personalidades da terra nas mais diversas áreas”. 

Olga Léria/Diário do Pará
 


PROGRAMAÇÃO 

Haverá ainda o segmento “As Marias nossas de todos os dias”, com depoimentos da “Maria vendedora”, da “Maria taxista”, da “Maria diarista”, da “Maria filha adotiva”, da “Maria cobradora de ônibus”, entre outras “Marias”. Na sequência a rádio veiculará as músicas que se notabilizaram na história dos Círios. 

Uma das novidades que será colocada no ar serão as dramatizações contando as histórias das “Marias pelo mundo”, através de radionovelas, que vão narrar as sagas de Nossa Senhora de Lourdes, de Nossa Senhora de Guadalupe, de Aparecida, do Perpétuo Socorro, entre outras, finalizando, com “chave de ouro”, com a história de Nossa Senhora de Nazaré. 

“Cada radionovela terá a duração máxima de 15 minutos e acredito que será a sensação da nossa programação na transmissão do domingo do Círio. Após isso, seguem mais matérias especiais na programação com enfoque mais jornalístico abordando aspectos econômicos da festa até a transmissão da missa de encerramento na Praça Santuário”.

TRANSMISSÃO EM TEMPO REAL

Assim como a organização do Círio precisou reinventar o processo de criação da festa para ultrapassar as barreiras físicas, o DOL também passará por uma grande readequação na sua cobertura. “Faremos uma cobertura em tempo real do Círio transmitida no hotsite especial e em todas as nossas redes sociais: Facebook, Twitter e Instagram”, destaca Mauro Neto, editor executivo do portal. 

Para ele, o Círio é uma tradição religiosa única. “O grande desafio é justamente saber como fazer essa nova leitura e compensar a falta do calor humano das procissões com um espetáculo de som e imagem”. 

A programação especial da RBATV também vai passar pelo DOL. “Utilizaremos nosso alcance para levar a mesma emoção do Círio convencional para os lares dos fiéis que estão perto e longe de Belém. O Círio na pandemia deixou todos na mesma condição. De telespectadores, ouvintes e internautas mais dependentes dos veículos de comunicação. Estamos prontos para entregar a melhor cobertura digital”, garante Mauro. 

No tradicional hotsite do Círio, será incluído um botão do WhatsApp para que os internautas enviem seus comentários que serão lidos nos programas da RBATV. “Dentro da página, teremos o Guia do Círio com histórias de devoção à Virgem Maria e todas as celebrações. Os internautas terão informações de todas as programações da festividade”, diz.

O Círio RBA tem o apoio da Vale e do Hospital Saúde da Mulher e o patrocínio do Banco da Amazônia, Claro, Equatorial Energia, Imperador das Máquinas, Líder e Hospital Porto Dias.. 

 


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS