Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$
CRIME DE ÓDIO

Corpo de Ativista LGBTQI+ é achado carbonizado

De acordo com a policia, Lindolfo Komanski, de 25 anos, que atuava no Movimento dos Trabalhadores Sem Terra e no Partido dos Trabalhadores, levou dois tiros e teve o corpo incendiado dentro do próprio carro.

segunda-feira, 03/05/2021, 16:50 - Atualizado em 03/05/2021, 16:49 - Autor: Com informações UOL


O corpo do ativista LGBT Lindolfo Kosmaski  foi encontrado carbonizado
O corpo do ativista LGBT Lindolfo Kosmaski foi encontrado carbonizado | Reprodução/Arquivo Pessoal

Um caso de um homicídio bárbaro de um jovem chamou a atenção da Polícia Civil do Paraná, neste último sábado (01). As autoridades acreditam que o assassinato esteja ligado a homofobia. Até o momento, o suspeito do crime ainda não foi identificado.

O corpo do ativista LGBT Lindolfo Kosmaski, de 25 anos, foi encontrado carbonizado no município de São João do Triunfo na manhã neste sábado (01). De acordo com a policia, Lindolfo, que atuava no Movimento dos Trabalhadores Sem Terra e no Partido dos Trabalhadores, levou dois tiros e teve o corpo carbonizado dentro do próprio carro. O veículo foi encontrado abandonado na rodovia PR-151.

VEJA TAMBÉM!


Familiares da vítima disseram a imprensa local que antes de ser encontrado morto, o jovem estava em um bar consumindo bebida alcoólica. “Ele era bem conhecido na região. Antes de morrer, ele pagou cerveja para todo mundo e depois sumiu. O celular dele ficou no estabelecimento. Uma amiga falou que Lindolfo teria recebido ameaça de morte dias antes de ser assassinado”, disse Benedito Camargo, primo da vítima ao UOL.

A Polícia Civil do Paraná informou que o caso está sendo investigado.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS