Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
IMUNIZAÇÃO

Brasil recebe mais 1,7 milhão de vacinas da Covax Facility

A remessa chegou na madrugada de hoje a Guarulhos

domingo, 02/05/2021, 12:04 - Atualizado em 02/05/2021, 12:08 - Autor: Agência Brasil


Imagem ilustrativa da notícia Brasil recebe mais 1,7 milhão de vacinas da Covax Facility
| Reprodução

Cada novo lote de vacinas que chega ao país é motivo de felicidade para a população. A expectativa para que a imunização de todos os brasileiros aconteça o quanto antes é enorme e tem tomado conta de quem aguarda a tanto tempo pelas vacinas contra a Covid-19.

O Ministério da Saúde recebeu na madrugada de hoje (2) mais um lote de vacinas enviadas pelo mecanismo Covax/Facility. Esse mecanismo é coordenado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e  tem o objetivo de garantir o acesso mais igualitário às vacinas no mundo.

Segundo a assessoria de imprensa do Aeroporto de Guarulhos, o voo chegou ao país por volta das 4h20, trazendo 1,73 milhão de doses da vacina desenvolvida pela Oxford/Astrazeneca. As doses foram fabricadas pela empresa multinacional Catalent, na Coreia do Sul.

O lote faz parte de uma carga total de 3,98 milhões de doses que chegam ao Brasil neste fim de semana. A primeira carga, com 220,8 mil doses da mesma vacina, chegou ontem (1º) ao país. Uma nova carga é esperada para desembarcar ainda hoje, por volta das 16h, e será recebida pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Esses três voos com as vacinas estão chegando ao Aeroporto de Guarulhos, onde fica a Coordenação de Armazenagem e Distribuição Logística de Insumos Estratégicos para a Saúde (Coadi) do Ministério da Saúde. De Guarulhos, elas serão distribuídas aos estados e municípios por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Em março, o governo brasileiro já havia recebido 1,022 milhão de doses da Covax/Facility. Mais vacinas da AstraZeneca/Oxford e da Pfizer/BioNTech estão previstas para chegar ao país ainda neste semestre, informou a ONU.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS