Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$
PERNAMBUCO

Adolescente é estuprada por oito homens e relata na internet

A vítima informou que já prestou queixa sobre o caso e que aguarda a justiça ser feita. Ela também comunicou que está sofrendo ameaças.

quarta-feira, 28/04/2021, 19:49 - Atualizado em 28/04/2021, 22:08 - Autor: Com informações do Diário de Pernambuco


Praia de candeias, em Recife, foi o cenário do crime
Praia de candeias, em Recife, foi o cenário do crime | Reprodução

Uma adolescente de 16 anos, foi vítima de um estupro coletivo, no último sábado (24), em Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco. O caso está gerando grande comoção, principalmente pela brutalidade aplicada no crime.

Imagens fortes! Câmera flagra tentativa de estupro em loja de roupas em Belém

Suspeito de estuprar enteada é preso em Mosqueiro

A jovem foi violentada por oito homens após ser arrastada para a praia por um rapaz com quem já havia se relacionado no passado. Ela compartilhou os momentos de terror através das redes sociais e o caso viralizou nas redes sociais.

Segundo a vítima, ela e um casal de amigos caminhavam na orla quando encontraram o rapaz. De acordo com a jovem, o homem teria perguntado se a garota queria ficar com o seu amigo. Ela negou. Em seguida, o rapaz questionou se a adolescente ficaria com ele novamente, a garota respondeu que sim. Após a afirmação, a vítima conta que foi puxada até a areia.

“Quando eu cheguei, estava ele, o amigo e mais seis homens e ele perguntou: ‘tu aguenta isso tudinho?’ Eu disse que não. Em seguida ele me mandou ficar de quatro e não tinha como correr porque eram oito pessoas”, relatou a jovem.

Ela também revelou que foi obrigada a fazer sexo oral e anal nos homens. 

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Jovem compartilhou imagens da violência no Instagram

“Eu estava chorando muito e me obrigaram a fazer sexo oral. Eles fizeram sexo anal também, mas não terminaram”, contou. 

A vítima informou que já prestou queixa sobre o caso e que aguarda a justiça ser feita. Ela também comunicou que está sofrendo ameaças. 

“Eu to me sentindo mal, eu tenho ansiedade e isso piorou bastante a minha situação. Estou correndo atrás porque eu quero que eles paguem o que fizeram comigo. Eu fui humilhada, agredida. Não adianta fazer ameaça porque eu não vou cansar até prender os oito”, declarou.

A mãe da garota também se pronunciou através das redes sociais da filha.

“Eu tô me pronunciando porque cada um que fez isso com a minha filha vai pagar. Isso não se faz com mulher nenhuma, vocês nasceram de uma mulher. Eu sou mãe eu to com o coração dilacerado”, desabafou.

A Polícia Civil de Pernambuco afirmou que está investigando o caso e que as apurações seguirão até a elucidação. Na manhã desta quarta-feira (28), internautas subiram uma hashtag em apoio à jovem. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS