Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
FEMINICÍDIO

Cantora tirou filho de apartamento antes de ser assassinada

A cantora e influenciadora digital Lívvia Bicalho, de 37 anos, foi encontrada morta, no apartamento onde ela morava, em João Monlevade, na Região Central de Minas Gerais

sábado, 24/04/2021, 23:44 - Atualizado em 24/04/2021, 23:44 - Autor: Com informações do UOL


A Polícia Civil trabalha com a hipótese de que o ex-namorado de Lívvia Bicalho, Rafael Ribeiro, a matou e, em seguida, cometeu suicídio
A Polícia Civil trabalha com a hipótese de que o ex-namorado de Lívvia Bicalho, Rafael Ribeiro, a matou e, em seguida, cometeu suicídio | Reprodução/ Facebook

O feminicídio é uma circunstância qualificadora do crime de homicídio, quando o assassinato envolve violência doméstica e familiar, menosprezo ou discriminação à condição de mulher da vítima. Essa semana, um caso de feminicídio chocou o país.

Gestão hospitalar onde vítimas de feminicídio no Guamá trabalhavam emite nota de pesar

Familiares e amigos lamentam morte de mulher assassinada por marido policial

A cantora e influenciadora digital Lívvia Bicalho, de 37 anos, foi encontrada morta, no apartamento onde ela morava, em João Monlevade, na Região Central de Minas Gerais. Ao lado do corpo de Lívvia, também foi encontrado o corpo do ex-namorado dela, Rafael Ribeiro, de 39 anos. Por volta das 13h da última quarta-feira (21), vizinhos ouviram disparos e chamaram a polícia.

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de que Rafael a matou e, em seguida, cometeu suicídio.

Lívvia Bicalho tinha um canal no YouTube com 2,6 mil inscritos e postava vídeos cantando. No Instagram, ela tinha 93 mil seguidores e produzia conteúdo sobre marketing digital, moda e estilo de vida.

Em entrevista ao UOL, o ex-marido de Lívvia, advogado Silvan Pelágio, disse que a cantora contou a uma amiga que estava "com muito medo" de Rafael. No dia em que foi assassinada, Lívvia levou o filho – fruto do casamento com o advogado Silvan Pelágio – para a casa de uma amiga. 

"Num grande gesto materno, ela levou o nosso filho à casa de uma amiga, momentos antes do assassinato", contou Pelágio ao UOL. "Segundo essa amiga, Lívvia teria dito estar com muito medo do Rafael".

Lívvia teria voltado ao seu apartamento, após deixar o filho, para buscar objetos pessoais. Segundo os policiais que atenderam à ocorrência, a cantora foi encontrada morta com um tiro na cabeça. Rafael estava caído contra a parede, também com ferimentos de bala na cabeça e uma arma de fogo em uma das mãos.


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS