Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
DESESPERADOR

Curitiba entra em lockdown e esgota 50 novos respiradores comprados em um dia

A nova medida restritiva passa a valer a partir deste sábado, 13, e segue por mais oito dias

sexta-feira, 12/03/2021, 23:17 - Atualizado em 12/03/2021, 23:17 - Autor: Com informações de Rodolfo Luis Kowalski/Bem Paraná


Fechamento tem como objetivo impedir a proliferação da Covid-19.
Fechamento tem como objetivo impedir a proliferação da Covid-19. | Luiz Costa/SMCS

A cidade de Curitiba entrou em lockdown pela primeira vez desde o início da pandemia. O comunicado foi feito pelo prefeito da cidade, Rafael Greca, na noite desta sexta-feira (12). A nova medida restritiva passa a valer a partir deste sábado, 13, e segue por mais oito dias.

"A partir da meia-noite eu estou decretando lockdown na cidade de Curitiba por nove dias. Desse sábado que vai nascer até a outra semana, no domingo. É um esforço imenso para evitar a transmissão. Pela primeira vez teremos lockdown, nunca havíamos tido", declarou o prefeito curitibano.

“Ainda amanhã os supermercados estarão abertos e durante todos os dias da semana que vem os supermercados estarão abertos. Os postos de gasolina também, as farmácias também, os serviços essenciais de limpeza pública da cidade também. Mas as obras públicas não vão funcionar e vamos proibir o funcionamento da indústria, do comércio e dos serviços dessa cidade que nos é tão cara”, explicou.

Greca disse que o fechamento tem como objetivo impedir que as pessoas morram por falta de assistência médica e disse algo preocupante: “Nós compramos [50 novos respiradores] e pensávamos que iriam durar até 15 dias [até todos serem utilizados], mas se esgotaram num único dia”.

Por fim, ele pediu que a população respeite as medidas sanitárias. “Deus proteja Curitiba para que a misericórdia de termos de escolher quem vai viver e quem vai morrer não tenha de ser exercida no nosso sistema de saúde. Por Deus, nos ajude”.

Veja abaixo o comunicado:

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS