Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
AGRESSÃO

Vídeo: lutador de jiu jitsu espanca morador de rua até a morte por causa da filha

Imagens de câmeras de segurança flagraram o momento das agressões, que duraram pouco mais de um minuto.

quarta-feira, 10/03/2021, 20:07 - Atualizado em 10/03/2021, 20:44 - Autor: Com informações do UOL


João Antonio bateu só na cabeça do morador de rua.
João Antonio bateu só na cabeça do morador de rua. | Reprodução

Um lutador de jiu-jitsu está sendo procurado após espancar um homem em situação de rua até a morte. O caso aconteceu no dia 19 de dezembro do ano passado, mas a Polícia Civil teve a confirmação da identidade de João Antonio Vieira de Souza, 40, somente nesta quarta-feira (10).

Imagens de câmeras de segurança flagraram o momento das agressões, que duraram pouco mais de um minuto. Filha do lutador, Jeniffer Soares Vieira de Souza, de 22 anos, também é acusada de envolvimento no crime.

De acordo com as investigações, o morador em situação de rua Alexsander Costa de Oliveira, que estava drogado e alcoolizado, foi agredido até a morte após ter ameaçado Jeniffer e uma amiga.

Uma testemunha que trabalha como motorista de ônibus foi ouvida pela polícia. Ele relatou que por volta das 2h15 do dia 19 de dezembro estava aguardando o momento de sair com o veículo do ponto e percebeu que a vítima estava em “atitude intimidadora” perto de Jeniffer e da amiga. O motorista piscou o farol para as jovens para que ambas viessem para dentro do ônibus aguardar sua saída. As amigas se aproximaram e entraram.

A amiga de Jeniffer, identificada como Lavínia, relatou ao motorista que o homem estava “mexendo” com elas e disse que as mataria. Em seguida, segundo a testemunha, Alexsander começou a desferir socos contra o vidro da janela onde as meninas estavam sentadas. Após pedidos do motorista para que parasse de fazer aquilo, o morador em situação de rua se afastou.

A testemunha afirmou que Alexsander aparentava estar muito bêbado ou drogado. As jovens seguiram viagem com o motorista mas, em determinado momento, Jeniffer viu seu pai andando pela rua e pediu que o condutor parasse o veículo. As gravações mostram o pai de Jennifer caminhando até o local onde Alexsander dormia, o chutando várias vezes na cabeça durante um minuto. O morador de rua morreu de traumatismo craniano. Jennifer desceu do veículo e acompanhou o pai nas agressões.

Para a polícia, Jeniffer foi a responsável por apontar o morador em situação de rua para o pai, assim como o instigou a agredir a vítima. Além disso, ela é acusada de ter dado cobertura ao lutador enquanto as agressões ocorriam, monitorando o local do crime.

 Assista ao vídeo na reportagem do portal UOL:

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS