Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$
DESVIO DE CONDUTA

Funcionários de banco que pediram auxílio emergencial são demitidos

Banco alega que pedidos caracterizaram "desvio de conduta"; as demissões não foram por justa causa.

quinta-feira, 04/03/2021, 23:59 - Atualizado em 04/03/2021, 23:59 - Autor: Com informações de Tamires Vitorio/CNN Brasil


Demissões foram anunciadas em comunicado interno.
Demissões foram anunciadas em comunicado interno. | Roberto Parizotti/Fotos Públicas

O Itaú Unibanco demitiu 50 funcionários em todo o Brasil que pediram o auxílio emergencial indevidamente. O comunicado das demissões, que não foram por justa causa, foi feito de forma interna na última quarta-feira (3). As informações são da CNN Brasil.

O banco afirmou que as demissões aconteceram por “desvio de conduta” e que “satisfazer interesses particulares em detrimento do bem comum é inaceitável”, segundo consta no código de ética da empresa.

Por meio de nota enviada à reportagem, o Itaú ressaltou que “ética é um valor fundamental, que deve ser cultivado não apenas nas decisões do banco, mas também dos seus colaboradores, que são orientados e treinados de forma recorrente sobre o tema”.

"Desta forma, ao identificar que alguns dos seus profissionais solicitaram o auxílio emergencial disponibilizado pelo Governo Federal, prática que caracteriza desvio de conduta, o banco decidiu pelo desligamento desses colaboradores", afirmou o banco. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS