Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$
PECADOR E CRIMINOSO

"Não roubarás?" Padre é preso por assaltar supermercados e farmácia

O padre pecador e criminoso ainda usava o carro da arquidiocese para ir até os locais que assaltava.

quinta-feira, 04/03/2021, 07:41 - Atualizado em 04/03/2021, 07:44 - Autor: Com informações do Portal Ric Mais


Imagem ilustrativa da notícia "Não roubarás?" Padre é preso por assaltar supermercados e farmácia
| Reprodução

Um padre católico foi preso na noite da última terça-feira (02), suspeito de três assaltos a comércios em Passo Fundo, cidade a 288 quilômetros de Porto Alegre, a capital do Rio Grande do Sul. Com ele a polícia pegou R$ 655 em dinheiro, alimentos e produtos de higiene levados nos, além de uma pistola de brinquedo. Ele assaltou dois supermercados e uma farmácia.

Conforme as vítimas relataram à Brigada Militar do Rio Grande do Sul, Elizeu Lisboa Moreira, de 28 anos, chegava aos locais como se quisesse fazer compras. Na hora de passar os produtos no caixa, ele apontava uma arma às pessoas e anunciava o roubo.

A polícia rastreou o carro que o padre usava nos crimes, uma caminhonete Hyunday IX35 pertencente à arquidiocese da cidade. Assim localizou e prendeu Elizeu no centro de Passo Fundo. Na delegacia, calmo, ele apenas afirmou que cometeu os crimes num “momento de loucura”.

Elizeu foi ordenado padre em 2019 e desde então estava à frente de uma paróquia da cidade de Tapejara, também o Rio Grande do Sul. Mas, desde cedo da terça-feira estava em Passo Fundo para um velório. A polícia pediu quebra de sigilo telefônico do padre, para entender o que aconteceu, já que ninguém faz ideia do motivo que levou o padre a cometer os crimes.

Medicação interrompida

Dom Rodolfo Luís Weber, arcebispo de Passo Fundo, afirmou que conhece Elizeu há cinco anos e, no seminário, o rapaz nunca apresentou qualquer comportamento criminoso. Inclusive, o padre é muito bem quisto na região. O que o arcebispo suspeita é de conversas que ouviu, de que Elizeu suspendeu o uso de medicações psiquiátricas há três semanas, o que pode ter desencadeado o comportamento fora do normal para um padre.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS