Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
PANDEMIA

Covid-19: Governo Federal decide comprar vacinas da Pfizer e Janssen

Decisão foi informada por integrantes da cúpula do Ministério da Saúde nesta quarta (3)

quarta-feira, 03/03/2021, 18:39 - Atualizado em 03/03/2021, 18:39 - Autor: Com informações diariodonordeste


Imagem ilustrativa da notícia Covid-19: Governo Federal decide comprar vacinas da Pfizer e Janssen
| Reprodução

O Ministério da Saúde vai assinar contratos que garantem a compra de vacinas contra a Covid-19 produzidas pelos laboratórios Pfizer e Janssen. A informação foi confirmada por integrantes da cúpula da pasta na tarde desta quarta-feira (3).

Ainda sendo elaborado, os contratos devem ser assinados até o início da próxima semana. No documento, o Ministério da Saúde deve determinar qual a quantidade de doses solicitadas para entrega em solo brasileiro.

Eduardo Pazuello, ministro da Saúde, compareceu à reunião com representantes da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e informou questões sobre o andamento do contrato com a Pfizer, além de uma negociação direta com a Janssen. 

Aprovada

Até o momento, a vacina desenvolvida pela Pfizer é a única que possui registro definitivo aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os dois imunizantes aplicados no Brasil atualmente,  CoronaVac e de Oxford,  só receberam autorização para uso emergencial.

Porém, o governo já havia apresentado resistência à compra junto da Pfizer. Os motivos, segundo o Ministério, seriam a falta de responsabilização do laboratório sobre os efeitos colaterais da vacina.

Projeto aprovado

A mudança de estratégia ocorreu na tarde de terça (2), logo após a aprovação de projeto na Câmara que facilita a compra de vacinas por União, estados, municípios e empresas.

O texto do projeto aponta que, enquanto durar a emergência em saúde por conta da Covid-19, os três entes federativos poderão adquirir vacinas e assumir os riscos de efeitos adversos. Entretanto, a Anvisa precisa ter concedido registro ou autorização temporária. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS