Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
SITUAÇÃO CRÍTICA

Com 98% dos leitos de UTI ocupados, Distrito Federal entra em lockdown

A previsão inicial é que as medidas durem por ao menos 14 dias.

sexta-feira, 26/02/2021, 20:28 - Atualizado em 26/02/2021, 20:36 - Autor: FOLHAPRESS


O motivo é a alta taxa de ocupação dos leitos, situação tida como "crítica".
O motivo é a alta taxa de ocupação dos leitos, situação tida como "crítica". | Breno Esaki/Agência Saúde

Com apenas quatro leitos de UTI para Covid-19 vinculados à rede pública disponíveis no fim da tarde desta sexta (26), o governo do Distrito Federal decidiu antecipar para as 0h de domingo (28) o lockdown, medidas de restrições a comércio e serviços, na tentativa de reduzir a transmissão.

O motivo é a alta taxa de ocupação dos leitos, situação tida como "crítica".

Inicialmente, o governo chegou a anunciar que a medida valeria a partir de sábado (27), mas mudou a data em seguida.

 

Reprodução
 

Mais cedo, o governador Ibaneis Rocha (MDB) havia emitido um decreto que restringia o funcionamento do comércio não essencial das 20h às 5h a partir de segunda (1).

Agora, a previsão é que esse horário seja estendido, e o início das restrições, antecipado. Em entrevista a jornais locais, Ibaneis chegou a descrever a medida como um "lockdown total".

A previsão inicial é que as medidas durem por ao menos 14 dias.

Dados do painel Info-saúde-DF apontam que a taxa de ocupação de leitos públicos de UTI contra Covid estava em 98,8% às 17h50 desta sexta, no caso daqueles voltados a adultos.

Já somados os pediátricos, o índice era de 97,6%. Ao todo, havia 165 leitos ocupados, e apenas quatro ainda disponíveis, sendo dois para adultos e dois para crianças.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS