Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
PROCEDIMENTOS

Ministério da Saúde dispensa licitação para compra das vacinas Covaxin e Sputnik V

Mesmo que o governo Federal adquira as doses, elas só poderão ser administradas se receberem autorização da Anvisa.

sábado, 20/02/2021, 18:42 - Atualizado em 20/02/2021, 18:42 - Autor: Com informações de Maíra Alves/Correio Braziliense


Gasto previsto das aquisições é de R$2,3 bilhões.
Gasto previsto das aquisições é de R$2,3 bilhões. | André Santos PMU/Fotos Públicas

Foi confirmada na última sexta-feira (19) que o Ministério da Saúde dispensou a licitação para a compra das duas vacinas contra a Covid-19, a Covaxin e a Sputnik V.

O gasto previsto é de R$2,3 bilhões com a aquisição de insumos destinados à vacinação. Os extratos foram publicados no Diário Oficial da União (DOU).

Os imunizantes ainda não receberam autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Ou seja, mesmo que o governo Federal adquira as doses, elas só poderão ser administradas após “sinal verde” da agência.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS