Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

JÚRI POPULAR

Feminicídio: iniciado julgamento de homem que jogou advogada de prédio em 2018

Luis Felipe Manvailer teria asfixiado a vítima, antes de joga-la do quarto andar.

quarta-feira, 10/02/2021, 11:03 - Atualizado em 10/02/2021, 11:03 - Autor: ( com informação da Istoé )


Tatiane foi encontrada morta no dia 22 de julho de 2018.
Tatiane foi encontrada morta no dia 22 de julho de 2018. | Reprodução / Redes Sociais

O réu Luis Felipe Manvailer, acusado de matar a advogada Tatiane Spitzner, vai a júri popular nesta quarta-feira (10) no Fórum de Guarapuava, no Paraná. Tatiane foi encontrada morta no dia 22 de julho de 2018, após cair da sacada do apartamento que morava.

Vizinhos testemunharam a queda e ligaram para a polícia. Porém, ao chegar ao local, a polícia não encontrou o corpo de Tatiane na frente do prédio. Os policiais seguiram um rastro de sangue e encontraram o corpo de Tatiane em seu apartamento, no quarto andar. 

Conforme a denúncia do Ministério Público, o réu matou Tatiane Spitzner por asfixia mecânica. Luis Felipe responderá por homicídio qualificado, com as qualificadoras de feminicídio, motivo fútil e morte mediante asfixia. Ele também é acusado por fraude processual.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS