Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

VÍDEO

Avião dá meia volta após passageiro se recusar a usar máscara

O homem se justificava dizendo que o presidente Bolsonaro afirmou que o uso do item é dispensável.

sábado, 06/02/2021, 19:56 - Atualizado em 06/02/2021, 20:09 - Autor: Fonte: Correio Braziliense


Por pouco não houve violência física dentro do voo
Por pouco não houve violência física dentro do voo | Reprodução Instagram

Um piloto precisou retornar ao seu ponto de partida após um passageiro se recusar a utilizar máscara dentro da aeronave. O tumulto aconteceu na manhã deste sábado (6), em um voo da empresa Gol que decolou de Salvador (BA) com destino a Brasília.

Logo após a decolagem, passageiros ficaram irritados com o comportamento do homem, ainda não identificado, que se recusava a usar máscara. O homem se justificava dizendo que o presidente Bolsonaro afirmou que o uso do item é dispensável.

Após discussões e troca de ofensas entre passageiros, os comissários de bordo foram até o homem, que continuou se recusando a utilizar a máscara. O piloto chegou a frisar no autofalante a importância do uso, em vão.

"Deu muita confusão. Depois que o capitão insistiu pelo uso da máscara e não obteve sucesso, as comissárias avisaram que teríamos que voltar para Salvador para abastecer e para que o homem fosse conduzido para fora. Nessa hora, muitos já estavam xingando e se levantando", lembra uma das passageiras.

Quando o avião pousou em Salvador, a Polícia Federal foi chamada para conduzir o passageiro para fora. Só então ele passou a utilizar máscara.

Nos vídeos, gravados por passageiros, é possível ver a discussão entre os passageiros e o homem sendo escoltado pela PF. Em determinado momento, enquanto caminhava pelo corredor, ele leva um empurrão de outro homem e responde com um gesto ofensivo.

Passada a confusão, o voo decolou novamente às 8h27, como confirma a companhia aérea em nota enviada ao Correio.

Confira a íntegra do comunicado:

"A GOL informa que o voo G3 1865 (Salvador - Brasília) precisou retornar ao Aeroporto de Salvador, logo após a decolagem, por um passageiro se recusar a usar máscara durante o voo.

A empresa ressalta que, após o desembarque do passageiro, o restante dos Clientes seguiram viagem normalmente, com previsão de pouso às 13 horas no Aeroporto de Brasília.

A GOL reforça que o uso de máscaras é uma questão de segurança coletiva e que foi a primeira Companhia a adotar a prática para todos os Clientes nos voos em operação, sendo o uso de máscaras obrigatório para todos, com raras exceções", diz a nota.

O voo, no entanto, pousou às 10h01.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS