Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
SONHO INTERROMPIDO

Sonhos, planos e projetos: conheça as histórias dos paraenses mortos na tragédia em Santa Catarina 

O ônibus que eles estavam tombou em um trecho conhecido como Curva da Santa

terça-feira, 26/01/2021, 21:39 - Atualizado em 26/01/2021, 23:05 - Autor: Diario Online


Imagem ilustrativa da notícia Sonhos, planos e projetos: conheça as histórias dos paraenses mortos na tragédia em Santa Catarina 
| Divulgação/PRF

Um ônibus, que saiu de Ananindeua (PA) com destino a Balneário Camboriú (SC), tombou na estrada e interrompeu o sonho de 19 pessoas que estavam no veículo e não resistiram. O acidente ocorreu na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, na última segunda-feira (25). No total, 53 pessoas faziam a viagem. 

 

Divulgação/PRF
 

• Acidente com ônibus de Belém que ia para Santa Catarina deixa 19 mortos e 33 feridos

Conheça o perfil de nove das 19 pessoas que vieram a óbito:

- Gabrielly Pinto Favacho

 

Reprodução
 

De Marapanim, interior do Pará, a jovem foi para Santa Catarina em busca de trabalho. De acordo com o pai da vítima, Miguel Carvalho, Gabrielly chegou a fazer uma reserva de avião, mas não pode viajar por problemas com a identidade. O homem também contou que mais dois amigos estavam com ela no veículo.

Deus, tu sabes que não sou muito de pedir. Geralmente agradeço mais do que peço... Então, tomei a liberdade de te pedir...

Publicado por Alana Favacho em Terça-feira, 26 de janeiro de 2021

- Juliane de Jesus Botelho Garcia

 

Reprodução
 

Também de Marapanim, Juliane, de 24 anos, estava no ônibus a caminho de Itajaí, em Santa Catarina, ela também viajou com o intuito de buscar emprego no estado. O primo da vítima, Ítalo Tiago, contou que ela se encontraria com uma tia e um outro primo que já residem na cidade. Com ela, estava o namorado, Anderson Mateus Modesto, que foi levado para Joinville em estado grave.

- João Paulo Ferreira dos Santos

 

Reprodução
 

A motivação de João ao sair do Pará também foi para procurar emprego em Santa Catarina. O tio do jovem, que tinha apenas 19 anos, conta que ele queria mudar de vida. O familiar também diz que ajudou João a comprar a passagem.

- Antonio Carlos Teixeira Lima, Geovanna Cristina Pacheco Pinheiro, Emanuelle Sophia Pacheco Pinheiro e Carlos Henrique Da Silva Teixeira

 

Reprodução
 

O casal, Antônio e Geovanna, viajaram com a família para morar em Santa Catarina. Junto a eles, estavam o filho de Antônio, Carlos Henrique, de 14 anos, e a filha de Geovanna, Emanuelle, de apenas seis meses. Nenhum dos quatro sobreviveu ao acidente.

- Daílson Ferreira Pimentel

 

Reprodução
 

Após passar 20 dias no Pará visitando a família, Daílson voltava para casa dele, localizada em Timbó, Santa Catarina. Ele trabalhava como pedreiro na cidade.

- Christopher Silva

 

Reprodução
 

O menino de apenas 6 anos viajava com a irmã, a tia e a avó e estava sendo levado para morar com os pais em Florianópolis (SC). O casal estava na região para trabalhar desde 2020. A mãe de Christopher disse que conversou com ele por telefone cerca de três horas antes do acidente. As três acompanhantes da criança sobreviveram.

• Veja o destino de mortos e feridos no acidente com ônibus de Belém no Paraná

• Desespero e resignação marcam familiares durante reconhecimento de corpos no IML

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS