Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

SEU BOLSO

Preço da gasolina aumenta outra vez. Veja onde abastecer mais barato em Belém

Entre dezembro de 2020 e este mês, o litro do produto vendido nos postos de Belém teve alta de 13 centavos. Hoje, em média, custa R$ 4,40 no dinheiro, mas pode ficar até quase um real mais caro no cartão de crédito

sábado, 09/01/2021, 08:17 - Atualizado em 09/01/2021, 08:30 - Autor: Luiz Guilherme Ramos


Os motoristas precisam pesquisar para encontrar um preço bom na hora de abastecer o veículo nos postos de combustíveis de Belém
Os motoristas precisam pesquisar para encontrar um preço bom na hora de abastecer o veículo nos postos de combustíveis de Belém | Irene Almeida

O preço da gasolina comum praticado nos postos de Belém continua em alta, para a insatisfação geral dos consumidores. De acordo com pesquisa divulgada pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP), de dezembro para cá, o valor do litro sofreu um novo salto, passando de R$ 4,50 para R$ 4,63, em média. Com a pesquisa em mãos, o DIÁRIO percorreu alguns postos da capital para conferir os preços praticados. Na prática, a diferença entre um posto e outro pode atingir até quase um real, para o desespero dos condutores.

Bolsonaro é escolhido pessoa corrupta do ano por consórcio internacional de jornalistas

De acordo com a pesquisa da ANP, em dezembro do ano passado, o valor médio do litro da gasolina comum custava em média R$ 4,50, com variação entre R$ 4,27 e R$ 4,65. Um mês depois, já em 2021, a mesma pesquisa apontou um aumento de 13 centavos em relação ao preço mínimo e alta de cinco centavos no preço máximo. Assim, os postos passaram a praticar um preço médio de R$ 4,63.

Os consumidores mais atentos reclamam das sucessivas altas, ainda que essa seja uma realidade constante para quem necessita do combustível. “Olha, nos últimos dois meses aumentou pelo menos duas vezes. Realmente está alto. Só em dezembro foram duas altas e mais outra agora. Acho que o preço da gasolina nunca esteve em conta aqui em Belém. Então, a gente reclama mas não tem outra alternativa a não ser comprar”, reclama o professor Pedro Almeida, 40.

A pesquisa da ANP refere-se apenas à gasolina do tipo comum. As chamadas aditivadas possuem outro tabelamento de valores, geralmente acima da comum.

A pesquisa revela a média de preço praticada na modalidade de pagamento em dinheiro e cartão de débito. O valor mais barato encontrado pela reportagem foi no posto de gasolina da avenida Perimetral, esquina com Enéas Pinheiro, onde o litro vendido no dinheiro e débito chega a R$ 4,36, enquanto o máximo encontrado foi de R$ 4,69, valor acima do pesquisado pela Agência Nacional de Petróleo. Por outro lado, quem quiser comprar no cartão de crédito pode pagar entre R$ 4,57 e R$ 5,37 centavos.

JUROS

A pesquisa do DIÁRIO percorreu cerca de dez postos e conferiu que a diferença para pagamento em crédito pode atingir praticamente um real entre um local e outro. Diante disso, o consumidor precisa prestar muita atenção na hora de abastecer o veículo, conferindo o valor, procedência e qualidade do combustível para não sair no prejuízo. “A gasolina aqui no Brasil nunca foi barata. Não é hoje que podemos esperar uma redução. Infelizmente temos de nos acostumar com esses preços altos”, pontua o gráfico Rildo Almeida, 50.

Comparativo

Dezembro de 2021

O preço mínimo do litro da gasolina vendida nos postos de combustíveis de Belém foi de R$ 4,27

Já o preço máximo foi de R$ 4,65

Por outro lado, o valor médio foi de R$ 4,50

Ao todo, foram pesquisados 102 postos espalhados pela capital paraense

Janeiro de 2021

O preço mínimo do litro da gasolina vendida nos postos de combustíveis de Belém foi de R$ 4,40

Já o preço máximo foi de R$ 4,70

Por outro lado, o valor médio foi de R$ 4,63

Pesquisa

Variação de preços 

João Paulo II esquina com Ceará - R$4,59/litro (dinheiro e débito) e

R$ 4,79 (crédito)

João Paulo com Timbó - R$ 4,48 (dinheiro e débito) e R$ 4,78 (crédito)

Perimetral com Enéas - R$ 4,36 (dinheiro e débito)

Almirante Barroso com Angustura - R$ 4,57 (dinheiro, crédito e débito)

Duque com Humaitá - R$ 4,69 (dinheiro e débito) e R$4,99 (crédito)

Duque c/ Lomas - R$ 4,69 (dinheiro e débito) e R$ 4,89 (crédito)

Duque com Dr. Freitas - R$ 4,69 (crédito e débito) R$ 5,29 (crédito)

Pedro Alvares Cabral /elevado - R$ 4,65 (dinheiro e débito) e R$ 4,99 (crédito)

IT Center - R$ 4,69 (dinheiro e débito) e R$ 5,37 (crédito)

Almirante Barroso com Lomas - R$ 4,59 (dinheiro e débito) e R$ 4,70 (crédito)

Dinheiro e débito

Mínimo: R$ 4,36

Máximo: R$ 4,69

Crédito

Mínimo: R$ 4,57

Máximo: R$ 5,37

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS