Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

PANDEMIA

Com ritmo de mortes acelerado, Manaus manda abrir mais seis mil covas 

Em dezembro de 2020, foram 1081 enterros, uma média de mais de 30 por dia

terça-feira, 05/01/2021, 20:15 - Atualizado em 05/01/2021, 20:33 - Autor: Diário Online


Covas em Manaus. Já não há espaço em alguns cemitérios.
Covas em Manaus. Já não há espaço em alguns cemitérios. | Junio Matos

Manaus (AM) irá cavar mais seis mil covas para sepultamentos no cemitério municipal Nossa Senhora Aparecida. O anúncio foi feito pelo prefeito da cidade, David Almeida, em entrevista a um programa da rede CNN Brasil.

O prefeito disse que a medida é uma precaução da gestão municipal para que não volte a ocorrer o colapso funerário que a capital amazonense enfrentou nos meses de abril e maio do ano passado. O estado enfrenta uma segunda onda da doença e um aumento do número de óbitos.

Médico de Manaus implora para que população não saia de casa: 'estamos caindo doentes'

Amazonas monta tendas e aumenta leitos após alta de casos de Covid

“Nós estamos contratando de forma emergencial para que possamos garantir que essas famílias possam ter seus antes queridos sepultados de uma forma digna”, disse.

Segundo o prefeito, caso as mortes sigam em ritmo acelerado, a cidade possui apenas uma capacidade de dois a três meses de sepultamentos. Em dezembro de 2020, foram 1081 enterros, uma média de mais de 30 por dia.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS