Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

CRUELDADE

Queimados e intoxicados: mulher joga piche quente e abandona filhotes de cachorro 

Animais foram resgatados na noite de domingo (3) e receberam tratamento veterinário. Eles apresentavam desnutrição e agora precisam de um novo lar.

terça-feira, 05/01/2021, 09:20 - Atualizado em 05/01/2021, 09:21 - Autor: Com informações de O Tempo


Animais foram encontrados cobertos de piche e com marcas de queimadura pelo corpo.
Animais foram encontrados cobertos de piche e com marcas de queimadura pelo corpo. | Reprodução

Dois filhotes de cachorro foram encontrados cobertos de piche na noite de domingo (3), depois que uma mulher os abandonou no bairro Capitão Eduardo, na região nordeste de Belo Horizonte. Moradores viram quando a dona dos animais jogou piche quente sobre eles e os abandonou para morrer. Uma das pessoas que escutou os ganidos dos filhotes foi até o local e fotografou o estado deles e pediu por ajuda nas redes sociais.

Saiba como identificar sete doenças mortais em seu gato

Com isso, integrantes da Sociedade Mineira Protetora dos Animais (SMPA) foram ao local e encontraram os filhotes em péssimo estado, desnutridos, com queimaduras e sinais de intoxicação. Eles foram levados para uma clínica veterinária  para receber tratamento. "Ficamos com eles até de madrugada, limpando e tratando das feridas, pois eles precisavam de cuidados urgentes", contou Sandra Ferreira, que é integrante da SMPA. 

De acordo com ela, os filhotes já estão aliviados, mas ainda com estão com a pele bem irritada e alguns membros muito inchados. Apesar de tudo, os pelos já começam a reaparecer. Para a recuperação dos filhotes, a entidade de proteção animal pede que as pessoas contribuam financeiramente para custear a internação e também busca um lar temporário para os filhotes.Sandra reclama que esse tipo de situação não é devidamente enfrentada pelo poder público. "O que é um problema da sociedade como um todo acaba estourando na mão de ONGs e de alguns protetores independentes porque o poder público não interfere. Então acabamos por ter que atuar sempre nessas frentes, para evitar um sofrimento maior dos animais".

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS