Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

FUTEBOL

Atlético-MG rescinde contrato com diretor Alexandre Mattos

A decisão foi comunicada de forma oficial pelo Atlético na manhã desta segunda-feira (4), por meio de nota publicada no site do clube.

segunda-feira, 04/01/2021, 18:41 - Atualizado em 04/01/2021, 19:05 - Autor: FOLHAPRESS


| Divulgação/Atlético-MG

Agora comandado por Sérgio Coelho, o Atlético-MG optou junto do grupo colegiado -formado pelos mecenas que investem dinheiro no clube -por uma mudança radical em seu departamento de futebol. Mesmo com contrato até 2021, Alexandre Mattos não permanecerá como diretor de uma das principais pastas do clube.

A decisão foi comunicada de forma oficial pelo Atlético na manhã desta segunda-feira (4), por meio de nota publicada no site do clube.

"O encerramento do vínculo com Alexandre Mattos é fruto de decisão do órgão especial colegiado, composto pelo presidente Sérgio Coelho, pelo vice-presidente José Murilo Procópio e pelos conselheiros e apoiadores Rubens Menin, Ricardo Guimarães, Renato Salvador e Rafael Menin", diz o texto.

A saída de Mattos teve vários indicativos. O presidente Sérgio Coelho nunca garantiu que o profissional seria mantido no cargo, diferentemente do que fazia publicamente em relação ao técnico Jorge Sampaoli. No fim do ano passado, Coelho chegou a dizer em entrevistas que gostaria de renovar o contrato do argentino até o fim de 2022.

Já em relação ao agora ex-diretor de futebol, apenas dizia que uma conversa aconteceria no começo deste ano e que tudo seria resolvido. Como de fato aconteceu e a saída do dirigente foi confirmada oficialmente.

Alexandre Mattos foi confirmado como diretor de futebol do Atlético-MG em 12 de março de 2020 e ficou no cargo por exatos 289 dias, o que representa quase 10 meses. Ele falou sobre a saída em publicação em sua conta no Instagram.

"Mesmo na pandemia conseguimos reformular drasticamente o elenco com saídas e chegadas, criar protocolos e regras, fomos campeões no Mineiro 2020 e estamos em segundo lugar no campeonato brasileiro, brigando pelo título. Em pouquíssimo tempo os resultados e objetivos estavam sendo alcançados. Respeito a decisão, desejo aos novos gestores sucesso e saio somente com o sentimento de gratidão por todos", escreveu.

Agora a diretoria do Atlético-MG mira um novo diretor de futebol. Alguns nomes foram colocados na mesa e, nos bastidores, fala-se de Rodrigo Caetano, ex-Internacional, que chegou a estar na mira do São Paulo.


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS