Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

SÃO PAULO

Vítimas de acidente com ônibus foram arremessadas e mutiladas

Algumas pessoas ficaram presas entre as ferragens do ônibus e o resgate teve que ser minucioso para evitar que outras lesões acontecessem, muitas tiveram membros decepados

quinta-feira, 26/11/2020, 11:11 - Atualizado em 26/11/2020, 11:11 - Autor: Com informações Portal do Holanda


A maioria das vítimas eram jovens com idade entre 18 e 30 anos
A maioria das vítimas eram jovens com idade entre 18 e 30 anos | Reprodução/TV TEM

As vítimas que morreram no trágico acidente entre um ônibus e um caminhão em São Paulo, na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, estão sendo veladas hoje (26) em dois ginásios na cidade de Itaí, onde trabalhavam.

A maioria eram jovens com idade entre 18 e 30 anos. Todos eram funcionários de uma empresa têxtil e estavam a caminho do trabalho quando o acidente aconteceu.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o ônibus foi rasgado na lateral e por isso, a maioria dos passageiros foram arremessados na pista e morreram com o impacto do lançamento.

Algumas pessoas ficaram presas entre as ferragens do ônibus e o resgate teve que ser minucioso para evitar que outras lesões acontecessem, várias tiveram membros decepados. No total, 41 pessoas morreram, sendo um o motorista do caminhão e 40 passageiros do ônibus, 10 pessoas sobreviveram e estão internadas.

VEJA AINDA!

Adolescente é jogada para fora do carro em colisão e morre na BR-316

Absolvido um dos acusados de matar e torturar jovem

Um dos passageiros contou que o ônibus tentou ultrapassar um caminhão e acabou atingindo outro que vinha na pista contrária. A polícia está investigando para descobrir de fato o que houve, mas já tem certeza de que a ultrapassagem teria sido a causa da colisão.

O motorista do ônibus está entre os sobreviventes, mas o do caminhão morreu a caminho de hospital. A esposa dele contou que ele não tinha habilitação para caminhão, mas que tinha provisória de carro, e por conta disso, costumava ser acompanhado por um colega que era habilitado.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS