Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

CONFUSÃO

Câmera flagra motorista de aplicativo ser morto por PM em posto de combustível

A discussão foi registrada por câmeras de segurança do local

quarta-feira, 18/11/2020, 16:04 - Atualizado em 18/11/2020, 16:04 - Autor: Diario Online


| Reprodução

Durante uma discussão em um posto de gasolina, na noite de terça-feira (17), um motorista de aplicativo, identificado como Diego Soares Sampaio, foi morto a tiros pelo policial Giovani Peçanha de Athaíde, em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

O policial, que estava de folga no momento do crime, fez dois disparos em direção a Diego, que chegou a ser levado para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, mas não resistiu. Giovani alegou que o motorista desceu do carro com a intenção de agredir ele e justificou ter atirado para conter a situação. O policial foi ouvido pelas polícias Civil e Militar e liberado em seguida.

Hellen Cristina Nascimento, esposa de Diego, estava junto com ele no momento do crime e relata que a discussão começou entre o policial e um frentista e atrasou todos os outros carros que estavam na fila para abastecer. Nesse momento, Hellen pediu para o policial afastar o carro dele, que estava atrapalhando a passagem de todo mundo. 

Em seguida, ela e o marido saem do carro em direção ao policial. Diego corre para cima do carro de Giovani, que sai com a arma em punho e atira. O motorista de aplicativo cai no chão baleado. Diego deixa uma filha de 8 anos de idade.

O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí. A polícia informou que vai ouvir as testemunhas e que um procedimento interno foi instaurado para apurar as circunstâncias do caso.

O caso foi registrado pela câmera de segurança do local, mas o DOL optou por não compartilhar a filmagem.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS