Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

PROTEGIDO?

Militar que traficou cocaína em comitiva de Bolsonaro segue na FAB e recebendo salário

domingo, 02/08/2020, 11:42 - Atualizado em 02/08/2020, 11:42 - Autor: Com informações do portal UOL e Revista Fórum


| Reprodução

O sargento Manoel Silva Rodrigues, da Força Aérea Brasileira (FAB), que está preso há mais de um ano após ter sido flagrado com 39 quilos de cocaína na comitiva de Jair Bolsonaro durante escala na Espanha, segue na ativa da instituição e recebendo salário normalmente.

De acordo com a publicação, o sargento continua recebendo o salário de R$ 8,1 mil mensal da instituição, mesmo sem está trabalhando. Ele, que está preso em Sevilha desde junho de 2019, foi condenado a seis anos de prisão e pagamento de multa no valor de 2 milhões de euros, aproximadamente R$ 9,5 milhões. A cocaína estava na bagagem do sargento que voou em uma aeronave de apoio da comitiva presidencial.

Segundo informações apuradas junto à Justiça Militar, no processo em que ele é réu, não houve pedido de bloqueio.

Já a FAB informou que o militar foi notificado da abertura do processo de exclusão, mas seria necessário trânsito em julgado do processo judicial.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS