Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

SUA SAÚDE

Recuperação da Covid-19 exige reabilitação com exercícios físicos

Atividade é importante para melhorar a imunidade e fortalecer o sistema respiratório, um dos mais afetados pelo novo coronavírus. Recomendação é que treinos sejam praticados logo após a liberação médica

domingo, 26/07/2020, 07:41 - Atualizado em 26/07/2020, 08:01 - Autor: Wesley Costa


Sob os cuidados da personal trainer Jacira Oliveira, seu João está em plena recuperação da infecção pelo coronavírus.
Sob os cuidados da personal trainer Jacira Oliveira, seu João está em plena recuperação da infecção pelo coronavírus. | Mauro Ângelo

Ao contrário de todas as estatísticas e probabilidades de ter uma difícil recuperação ao ser contaminado pelo novo coronavírus (Covid-19), o aposentado João Ruella, 80 anos, tornou-se um grande exemplo de superação ao vencer a doença. Com todo suporte e cuidados necessários, sua rápida reabilitação tem surpreendido a todos que convivem diariamente com ele.

Com muita simpatia, seu João, aos poucos, volta à rotina da qual não abre mão, principalmente com relação às atividades físicas que lhe proporcionam maior bem-estar na nova fase. Segundo a personal trainer Jacira Oliveira, responsável pelo condicionamento, os treinamentos foram e ainda estão sendo primordiais para a recuperação do idoso, que já praticava os exercícios antes mesmo de ser diagnosticado com a doença.

“Quando cheguei para acompanhar o seu João, ele demonstrava um pouco de dificuldade para se locomover, até por conta da idade. Então, iniciamos os exercícios apenas com as caminhadas”, lembra a personal.

Depois de quatro meses de acompanhamento e após a Covid-19, o aposentado progrediu. O novo quadro permitiu que outras atividades, como a hidroginástica, fossem acrescentadas na sua rotina de treino, auxiliando na retomada da força e da musculatura corpórea. “Agora ele tem mais mobilidade, consegue fazer parte dos exercícios sozinho e ganhou massa muscular. Mas só dele ter se recuperado já foi um ganho muito grande para todos nós”, comemora Jacira.

Além dos exercícios físicos, o idoso conta que não abre mão de uma boa alimentação, principalmente da ingestão de frutas e sucos naturais, grandes aliados na manutenção de sua saúde. “Eu amo comer todo tipo de fruta e também tomar suco, não importa o sabor”, destaca ele que, mesmo com dificuldades para falar, faz questão de sentar para conversar com a equipe de reportagem.

Como os óculos de sol no rosto e após uma manhã de treino dentro da piscina, João conta que agora quer curtir ainda mais a vida. E diz que assim que toda a crise de pandemia passar, na primeira oportunidade, vai fazer as malas e viajar. “Eu só estou esperando tudo isso passar para ir aproveitar as praias, em Fortaleza (CE). Assim como Belém, eu amo aquela cidade”, diz ele, ao lembrar da última vez que esteve por lá.

Aeroportos poderão aceitar 'selfies' para embarcar passageiros

Brasil registra 1.111 novas mortes por Covid-19 e total chega a 86,5 mil

Membro da diretoria da Sociedade Paraense de Medicina do Esporte, o médico Cláudio Fontel explica que os exercícios físicos são essenciais para se manter o bem-estar e o volume de oxigênio do corpo. “Para respirar precisamos de massa muscular. E nós preservamos essa massa através dos exercícios de força. Então, uma pessoa que adoece de Covid-19, principalmente se for idosa, se ela for uma pessoa treinada, tem mais capacidade respiratória e massa para poder aguentar na hora que o organismo demandar maior força”, afirma.

Cláudio Fontel que é médico especialista em medicina do exercício e nutrologia, ressalta ainda que as pessoas que fazem exercícios, em especial as idosas, se tornam mais fortes. Passando assim, a ter uma boa taxa de massa e imunidade necessárias para o melhor funcionamento do sistema respiratório, um dos pontos do corpo mais atingidos pelo novo coronavírus.

Segundo o médico, na maioria das vezes, os pacientes idosos que atestam positivo para Covid-19 chegam aos hospitais com um quadro clínico alto de desnutrição. Fontel explica que a doença faz com que nutrientes como as proteínas, carboidratos e gorduras sejam perdidas rapidamente.

Os nutrientes podem ser recuperados através do recebimento de alimentação adequada, em conjunto com a realização dos exercícios de força, lembra o médico. Dependendo de cada caso e do organismo, a orientação do especialista é que os exercícios físicos sejam iniciados o mais breve possível.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS