Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

INVESTIGAÇÃO

Dono da Ricardo Eletro e filhos são presos por sonegação de impostos

quarta-feira, 08/07/2020, 10:40 - Atualizado em 08/07/2020, 10:40 - Autor: Com informações de UOL


Empresário Ricardo Nunes é investigado por sonegar pagamento do ICMS
Empresário Ricardo Nunes é investigado por sonegar pagamento do ICMS | Reprodução

O empresário Ricardo Nunes, fundador da rede varejista de eletrodomésticos Ricardo Eletro, foi preso na manhã de hoje na Operação Direto com o Dono, deflagrada pelo MP-MG (Ministério Público de Minas Gerais) em parceria com a Secretaria da Fazenda mineira e a Polícia Civil, de acordo com informações da Globonews. Nunes foi preso no estado de São Paulo.

O fundador da Ricardo Eletro é acusado de sonegação de impostos e lavagem de dinheiro. Segundo o MP-MG, a operação, que investiga mais empresários do ramo de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, apura a sonegação de cerca de R$ 400 milhões em impostos que deveriam ter sido pagos ao estado de Minas Gerais.

O valor estimado pelas autoridades é R$ 387 milhões em infrações nos últimos cinco anos. Entre os alvos, está o próprio gestor da rede Ricardo Nunes, fundador da Ricardo Eletro, que foi preso. Parentes do administrador, como filha mais velha, Laura Nunes, também foi presa e o irmão mais novo, Rodrigo Nunes, é suspeitos.

 "A empresa já vem omitindo recolhimento de ICMS há quase uma década. Fiscalizamos há muito tempo, e a partir da decisão do STF de novembro de 2019, onde apropriação indébita é crime, iniciamos a operação. A empresa declara o débito que deve, mas não faz os pagamentos. Faz os parcelamentos, mas não cumpria", disse Antônio de Castro Vaz, superintendente regional da Fazenda. Há também a suspeita de ocultação de bens por parte dos empresários.

Ricardo Nunes, Fundador da Ricardo Eletro foi preso em SP em operação
Ricardo Nunes, Fundador da Ricardo Eletro foi preso em SP em operação Reprodução
 

Na capital mineira, uma mansão no Bairro Belvedere, na Região Centro-Sul, foi alvo de mandados. Em Contagem, na Região Metropolitana de BH, no Bairro São Mateus, o centro de distribuição da Ricardo Eletro também foi visitado pelas autoridades.

 “Direto Com o Dono”, como foi batizada a operação, também reflete em ordens em Nova Lima, também na Região Metropolitana, e em duas cidades paulistas: Santo André e São Paulo. Segundo a Polícia Civil, Ricardo Nunes foi preso em solo paulistano. Outro suspeito também foi detido em BH, enquanto outro está foragido. A empresa ainda não se manifestou sobre a operação.

Empresário Ricardo Nunes é investigado por sonegar pagamento do ICMS | Reprodução
Empresário Ricardo Nunes é investigado por sonegar pagamento do ICMS
Empresário Ricardo Nunes é investigado por sonegar pagamento do ICMS | Reprodução

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS