Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

POLÊMICA

"Morra quem morrer", diz prefeito sobre anúncio de reabertura do comércio

quinta-feira, 02/07/2020, 16:36 - Atualizado em 02/07/2020, 16:36 - Autor: Com informações Folha Vitória


Prefeitura disse que o parlamentar foi mal interpretado e que ele está contrariado com a situação da cidade
Prefeitura disse que o parlamentar foi mal interpretado e que ele está contrariado com a situação da cidade | Reprodução

O prefeito de Itabuna, município localizado no sul do estado da Bahia, causou revolta nas redes sociais ao confirmar a data de reabertura do comércio da cidade para o próximo dia 09. Segundo Fernando Gomes, a flexibilização ocorrerá "morra quem morrer".

Pará: comércios, shoppings e igrejas autorizados a reabrir na próxima segunda-feira

“Primeiro lutar pela vida, a vida é uma só. Morrer acabou. Não tem fortuna, não tem pobreza, não tem falência, não tem nada. Não posso abrir uma coisa que não tenho cobertura. Na dúvida, com os nossos morrendo por causa de um leito em Itabuna, vou transferir essa abertura. No dia 8, mandei já fazer o decreto, que no dia 9 abre morra quem morrer”, disse o prefeito, em vídeo que circula nas redes sociais.

ASSISTA O VÍDEO NA INTEGRA!

De acordo com a imprensa local, o município havia definido inicialmente a reabertura para esta última quarta-feira, dia 1º de julho. Porém, como os leitos de UTI para pacientes da Covid-19 estão com capacidade esgotada, foi preciso recuar da decisão. Esta foi a segunda vez que a prefeitura paralisa a retomada: na primeira, ainda em junho, o recuo veio após recomendação do Ministério Público estadual.

Comércio e shoppings de Ananindeua retomam atividades. Saiba o que funciona

Após a polêmica, a prefeitura de Itabuna se pronunciou e disse que o Gomes foi mal interpretado e que ele está contrariado com a situação da cidade. Segundo dados do boletim da Secretaria de Saúde da Bahia, o município soma mais de 2,6 mil casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) e 58 mortes.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS