Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

VEJA ENTREVISTA

Pico do novo coronavírus no Brasil deve ocorrer em duas semanas, diz especialista

quinta-feira, 19/03/2020, 16:50 - Atualizado em 19/03/2020, 16:50 - Autor: Com informações do portal Metrópoles


Segundo o presidente do hospital Albert Einstein, o médico-cirurgião Sidney Klajner, o pico dos casos de coronavírus no Brasil deve ser registrado no início do mês de abril. A previsão foi feita na noite desta quarta-feira (18) durante entrevistado ao jornal Estado.

Sidney Klajner declarou que “é muito importante que as pessoas se conscientizem da importância de permanecer em casa” para tentar impedir o avanço do vírus. O especialista estimou também que, para cada caso notificado da doença hoje, existem outros 15 infectados sem diagnóstico.

“É importante se conscientizar de que a única forma de a gente mitigar o impacto dessa epidemia é não disseminar o vírus, permanecer em casa, porque o quadro é grave”, afirmou Klajner. 

Para o médico-cirurgião, a situação ainda deve se agravar no país com um pico de casos em duas semanas. Na opinião dele, há também um problema adicional, que é a subnotificação dos casos. “Até pelo fato de muitos casos serem assintomáticos, como pode ocorrer com as crianças, por exemplo”, afirmou o especialista. 

Em quadros normais, um diagnóstico da doença pode levar cerca de três horas e custa em torno de R$ 150. “Mas a testagem, porém, por causa do aumento súbito no volume dos casos, depende de indicação médica”, alertou o presidente do hospital Albert Einstein.

“Chegamos a ter, nos últimos dias, 2 mil testagens”, disse o especialista. “Mas restringimos a testagem aos pacientes com indicação médica”, continuou o médico. 

O presidente do Albert Einstein também explicou que o atraso na confirmação do diagnóstico ocorre pelo volume de pessoas na fila.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS