Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

VIOLÊNCIA

Estudante de Medicina é espancado por quatro homens ao defender prima de assédio; veja o vídeo!

quinta-feira, 27/02/2020, 12:07 - Atualizado em 27/02/2020, 12:18 - Autor: Com informações dos portais Em Tempo e Manaus Alerta


| REPRODUÇÃO

O estudante de medicina Odilon Pereira, de 20 anos, saiu com a família para pular Carnaval no domingo (23) e acabou sendo espancado por quatro homens.

O jovem foi atacado no  estacionamento da Universidade Nilton Lins, localizada na avenida Nilton Lins, bairro Flores, zona Centro-Sul de Manaus.

Odilon disse à reportagem que estava com uma prima no momento da agressão, e observou um grupo de rapazes olhando para a jovem.

A prima precisou ir ao banheiro e pediu que o estudante de medicina fosse junto, pois não queria ser incomodada. Quando passaram em frente ao quarteto, um dos homens passou a mão nas nádegas da jovem.“

Reprodução
 

No momento em que eu o vi, passando a mão na minha prima, avisei que ela estava acompanhada, e que ele deveria respeitar. Na hora, o homem me empurrou e disse que não importava se ela estava acompanhada. Depois disso seguimos em direção ao banheiro, ela entrou e fique esperando. Na saída, eu senti algo me acertando e tentei me defender, mas era apenas eu contra quatro”, relatou Odilon.

Para Kelen Pereira, outra prima do rapaz, esse crime não pode passar impune: “Odilon foi covardemente espancado por quatro homens, e a única coisa que ele queria era defender nossa prima. Além de assédio ser crime, espero que eles paguem pela agressão ao meu primo também”, disse Kelen em entrevista ao Em Tempo.

Mesmo desacordado, Odilon continuou sendo agredido. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi acionada até o local, e realizaram os primeiros socorros.

O rapaz teve lesões pelo corpo todo, mas principalmente na região da cabeça e nas pernas. Ele passou por exame de corpo e delito, e já realizou Boletim de Ocorrência (B.O). 

Por meio de vídeos, nas redes sociais, a família disse ter conseguido identificar o quarteto, mas polícia Civil investiga o caso em sigilo.  Assista a  ao vídeo em que mostra o momento exato da pancadaria:

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS