Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

SILÊNCIO

Planalto diz que não comentará vídeo em que secretário copia trechos nazistas

sexta-feira, 17/01/2020, 11:30 - Atualizado em 17/01/2020, 11:30 - Autor: FOLHAPRESS


| José Cruz/Agencia Brasil

A Secom (Secretaria de Comunicação da Presidência da República) informou à reportagem que o Palácio do Planalto não comentará o vídeo em que o Secretário de Cultura, Roberto Alvim, parafraseia um discurso de Joseph Goebbels, que foi ministro da Propaganda da Alemanha nazista, sobre arte.

Secretário da Cultura de Bolsonaro repete discurso nazista e gera revolta na web

"O próprio (Alvim) já se manifestou oficialmente. O Planalto não comentará", disse a assessoria de imprensa da Presidência, por escrito, em resposta a questionamento sobre o caso.

A reportagem questionou o posicionamento do governo sobre o vídeo, se o presidente Jair Bolsonaro teve conhecimento de seu conteúdo antes da divulgação, qual a posição dele sobre a gravação e se pedirá explicações ao secretário de Cultura. 

A publicação de Alvim nas redes sociais é alvo de uma série de críticas por exaltar o nazismo, regime responsável por crimes contra a humanidade e que resultou no assassinato de milhares de judeus.

Depois de uma série de ataques à imprensa na quinta-feira (16), Bolsonaro não falou com jornalistas ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã desta sexta (17), como costuma fazer.

Ao sair de casa para o Palácio do Planalto, cumprimentou apoiadores e disse apenas "obrigado, imprensa".

Bolsonaro se elegeu em 2018 com apoio da comunidade judaica e com discurso pró-Israel, do qual se aproximou ao longo de seu primeiro ano de governo.

Entre as reações contrárias a Alvim está a do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que pediu a saída do secretário.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS