Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

INVESTIGAÇÃO

Onça pintada é achada morta com 7 tiros no Rio Paraguai

quinta-feira, 09/01/2020, 18:48 - Atualizado em 09/01/2020, 18:48 - Autor: Com informações 180graus.com


Uma onça pintada foi achada morta, com 7 perfurações de bala na região do rio Paraguai, no Mato Grosso do Sul. O animal foi identificado por um funcionário do IHP (Instituto Homem Pantaneiro), que trabalha na preservação do Pantanal na última quarta-feira (08). 

De acordo com o IHP, a Polícia Militar Ambiental foi acionada para apurar e encaminhar o caso para os órgãos de investigação, a fim de identificar e responsabilizar o autor do crime. A organização acredita que se trata de algum morador da região que se assustou com a aproximação do bicho.

Em entrevista a imprensa local, o coronel Queiroz, porta-voz da Polícia Militar Ambiental (MS) disse que a onça pode ter sofrido os ferimentos em outro local, e morrido no rio. E que as autoridades vão apurar a ocorrência. O corpo do animal vai passar por exames e após a conclusão do laudo, o caso será encaminhado para Polícia Federal, pois estava no rio da União. 

O coronel frisou ainda que a caça de animais silvestres no Brasil não é permitida em todo território nacional. É crime matar mamíferos, répteis e aves. Durante a temporada de pesca aberta, que vai de 29 de fevereiro até 5 de novembro, alguns animais da fauna aquática são permitidos, de acordo com as regras e padrões estabelecidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

No eixo entre a Serra Amolar e Porto Jofre, região do rio Paraguai no Mato Grosso do Sul, o turismo movimenta R$100 milhões anuais, e um dos itens principais é a observação das onças.

Segundo a monitoração do IHP, existem na região em torno de 50 a 100 animais.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS