Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

BULLYING

Estudante mata homem a facadas ao ser chamado de 'gordinho' e 'playboy'

sexta-feira, 03/01/2020, 17:34 - Atualizado em 03/01/2020, 17:34 - Autor: Com informações do Metrópoles


| Reprodução/PCDF

O estudante Alex Eduardo Alves da Silva, de 28 anos, foi preso após ser apontado como suspeito de matar a facadas Jhonata de Melo Oliveira, 32. O crime, que ocorreu na última quarta-feira (1), aconteceu no Distrito Federal. De acordo com informações de policiais militares, o estudante teria matado a vítima após sofrer bullying. 

O delegado que está investigando o caso, Douglas Fernandes de Moura, informou que Alex era constantemente chamado de "Gordinho" e "Playboy", entre outros apelidos pejorativos, por Jonathan, com quem não tinha intimidade. 

“Os dois moravam no Guará e não eram conhecidos. Apenas tinham amigos em comum. Mesmo assim, Jhonata praticava bullying com Alex, o que deixava ele muito chateado”, afirmou o delegado.

Tudo aconteceu em um bar, onde Alex estava bebendo. Quando chegou ao local, Jhonata deu um tapa no rosto do estudante. Alex saiu do estabelecimento e foi buscar uma faca em um chaveiro próximo ao local. 

Quando voltou para o bar, o estudante tentou desferir um golpe contra Jhonata, mas a confusão foi controlada por pessoas que estavam no local. Quando saiu do depósito, Alex foi perseguido pela vítima, que estava com um pedaço de pau na mão. 

Alex aproveitou o momento em que Jhonata largou o pedaço de pau e tirou a faca da cintura. Ele atingiu a vítima com três golpes, um nas costas e dois na barriga. Ele fugiu após o crime, mas foi capturado na última quinta-feira (2), na casa de parentes. 

Em depoimento, ele confessou o crime, mas relatou que não tinha a intenção de matar a vítima. Ele ainda afirmou que não conseguiu dormir após a ação. Os dois tinham passagem pela polícia. 

O estudante vai responder por homicídio e pode pegar de 6 a 20 anos de pena. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS