Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

LIVE SEMANAL

Bolsonaro afirma que juiz das garantias é de difícil implementação

quinta-feira, 02/01/2020, 23:47 - Atualizado em 03/01/2020, 00:02 - Autor: FOLHAPRESS


| Reprodução

Depois de ter mantido a criação do juiz das garantias no pacote anticrime, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (2) que acha que a medida é de difícil implementação no país.

"Eu acho difícil a implementação do juiz das garantias. O problema está lá com o Judiciário, está lá com o Legislativo, está certo? E vai ser decidido, mas vai levar anos para decidir essa questão aí", afirmou o presidente durante sua live semanal pelas redes sociais.

Ao sancionar o pacote anticrime em dezembro, uma das principais bandeiras do ministro Sergio Moro (Justiça), Bolsonaro ignorou a maioria das sugestões enviadas pelo ex-juiz da Lava Jato.

Entre as diversas divergências entre o presidente e Moro, duas são consideradas mais importantes: a criação do chamado juiz das garantias e o impedimento de um juiz proferir sentença ou acórdão em caso que ele declare alguma prova do caso como inadmissível.

Durante a transmissão ao vivo nas redes sociais, Bolsonaro se disse injustiçado pelas críticas que recebeu pela sanção do texto.

"Ninguém falava nada do juiz das garantias. O Congresso aprovou.... zero [críticas]. Ficou um tempão na minha mesa. Quando eu resolvi sancionar, pronto. Daí apareceram os constitucionalistas, aquelas pessoas que são especialistas no assunto, para meter fogo em mim", disse.

Ele afirmou que os críticos deveriam reclamar de quem criou a proposta. A figura do juiz das garantias não existia na versão do projeto encaminhado por Moro ao Legislativo, mas foi incluída por parlamentares durante a tramitação.

"Agora, o juiz das garantias, na minha análise, não é isso que a crítica bota para fora. Você tem que se colocar na situação da pessoa que algumas vezes se encontra lá na base. Em todas as profissões temos bons e maus. Se você vai na mão de um mau, você está complicado", concluiu o presidente.

Assista:


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS