Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

ESTELIONATO

Falso padre é preso após aplicar golpe de mais de R$100 mil 

quarta-feira, 04/12/2019, 17:41 - Atualizado em 04/12/2019, 17:41 - Autor: Redação


| Reprodução

Um homem acusado de aplicar um falso golpe de mais de R$ 100 mil foi preso na tarde da última terça-feira (3). Luiz França de Lima, de 25 anos, se passava por padre. Ele morava na casa de um casal, que pretendia desfazer o casamento da filha. O jovem estava à frente da resolução do processo de separação. Com a demora, as vítimas desconfiaram e denunciaram o rapaz à polícia. Ele será indiciado por estelionato.

A mulher pediu a anulação da união após descobrir que o marido era homossexual. De acordo com depoimentos, Luiz foi apresentado à família por intermédio de uma tia. Ela teria relatado às vítimas que o rapaz era padre, passava por uma situação difícil e que poderia resolver o problema. A partir daí, a família resolveu abrigá-lo.

O falso padre usava batina e chegou a rezar uma missa na Tijuca. Ele também afirmava ter doutorado. No perfil em uma rede social, constam várias universidades onde o mesmo teria estudado, incluindo a de Coimbra, em Portugal. 

Luiz chegou a enviar um convite para a família para uma suposta ordenação como diácono, que ocorreria na Basílica de São Pedro, no Vaticano, “pela imposição das mãos do Papa Bento XVI”.

Todos os dias, o rapaz saía por volta das 7h da manhã para “rezar missas”. O falso padre também costumava inventar viagens e pedir recursos, com a justificativa de resolver burocracias do processo de anulação. A estimativa dos investigadores é que o golpe, ao longo desse período, tenha superado a quantia de R$ 100 mil. Ao que tudo indica, ele teria utilizado o dinheiro para comprar terrenos em Pernambuco, de onde é natural.

(Com informações do Extra) 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS