Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

CRIME BÁRBARO

'Se queixava de dores no ânus', desabafa mãe de menino estuprado pelo bisavô 

segunda-feira, 25/11/2019, 16:55 - Atualizado em 25/11/2019, 16:55 - Autor: (Com informações MCeará)


Polícia Civil investiga o caso. Até o momento, bisavô não foi preso.
Polícia Civil investiga o caso. Até o momento, bisavô não foi preso. | (Reprodução)

Um menino de apenas 4 anos foi estuprado pelo bisavô, de 71, em Belo Horizonte (MG). O crime foi descoberto pela mãe da criança, na noite da última segunda-feira (18), após o filho reclamar de dores no ânus e descrever o abuso sexual que teria sofrido.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, a cerca de dois meses, a criança ficava na casa do bisavô no período da tarde, quando a mãe saia para trabalhar. Um certo dia, o menino chegou em casa e começou a contar que o bisavô, identificado como Geraldo Ferreira Lima, o teria beijado em sua boca.

“A vítima, de forma espontânea, disse que ‘Ladim’ ,como o suspeito é chamado pela criança, havia lhe pedido um beijo na boca. A mãe indagou e a criança disse que após o beijo o bisavô colocou o pênis na boca dela e penetrou o órgão genital no ânus do menino”, detalha o boletim.

Na ocasião, a criança, reclamava de dores do ânus. As imagens foram analisadas pelos policiais militares. No vídeo, o menino demonstra que o bisavô “pediu para tirar a roupa, virar de costas e abrir as nádegas”. Neste momento, a criança aponta para o ânus.

O último contato do menino com “Ladim” foi na última quinta-feira (14). Aos policiais, a mãe contou que o filho estava tendo um comportamento estranho em casa. Ela havia flagrado, o menino tocando os órgãos genitais do irmão, que tem apenas 1 ano e 3 meses. A Polícia Civil investiga o caso. Até o momento, o bisavô não foi preso.

A criança foi encaminhada ao hospital Odilon Beres, na capital mineira. A médica pediatra informou que o menor confirmou o abuso sexual. Após análise, aparentemente não havia lesão interna, mas a criança ficou no hospital para outros exames.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS