Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

COMOÇÃO

Namorado de jovem que morreu ao misturar cerveja com energético emociona com post na web

quarta-feira, 06/11/2019, 15:25 - Atualizado em 06/11/2019, 15:25 - Autor: Com informações do Portal Ric Mais


| Reprodução/Facebook

A morte de Isabella Eduarda Gabriel Guedes Bueno, de 19 anos, pegou todos os familiares e amigos da jovem de surpresa, no último domingo (3), em Londrina, no Paraná. Em uma rede social, o namorado da jovem, que morreu após ingerir bebida alcoólica com energético, emocionou os seguidores com uma postagem feita para Isabella. 

Na publicação, Pedro Bonchoski, fez questão de declarar seu amor pela namorada. Ele ainda relatou não conseguir acreditar na morte precoce da jovem. 

“Não da pra acreditar nessa situação, parece um pesadelo e eu não vejo a hora de acordar dele.. uma vez uma mulher disse que você é uma garota especial e que transmitia muita luz. E essa luz tem me acompanhado a mais de 4 anos, me fez sorrir, me fez chorar (poucas vezes, mas fez), me ajudou, me aconselhou, e eu sempre te falava que você era minha companheira, minha amiga, a pessoa que me conhecia melhor do que ninguém! Hoje sou obrigado a me despedir, sem o mínimo de vontade de fazer isso. Que essa sua luz brilhe sempre que eu olhar pro céu, junto com a nossa estrela que já está lá. Obrigado por fazer parte da minha vida, te amo pra sempre pinceza”, escreveu na legenda.

Confira:

Problemas cardíacos

A avó de Isabella, Dalvina Gabriel, que trabalha como técnica em enfermagem, explicou que a neta apresentava histórico de arritmia cardíaca desde os 15 anos. Ela chegou a ser chamada para socorrer a jovem, mas a garota não resistiu. 

“Eu estava no meu plantão, saí, pra ir em auxílio dela. Ligaram avisando, me buscaram e eu fui pegá-la. Ela estava no chão, recebendo as manobras do SAMU e não respondia. Foi uma manobra de 1h30, quando uma manobra de ressuscita é de 30, 40 minutos. Melhorou um pouquinho, a gente levou pro Evangélico, mas dia seguinte, os exames dela eram todos incompatíveis a vida. Rim, ela broncoaspirou, aí, na sequência, ela fez duas, três paradas [cardíacas]”, disse a avó.

Investigação

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que aguarda um lado do Instituto Médico Legal (IML) de Londrina. O objetivo é saber se Isabella ingeriu outras substâncias além de bebida alcoólica com energético.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS