Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


24°
R$

Notícias / Notícias Brasil

11 MORTOS

Crivella insinua que incêndio em hospital no Rio foi sabotagem 

sexta-feira, 13/09/2019, 10:27 - Atualizado em 13/09/2019, 10:27 - Autor: Redação


O prefeito do Rio de Janeiro indagou o fato de um motor que gera energia ter pegado fogo
O prefeito do Rio de Janeiro indagou o fato de um motor que gera energia ter pegado fogo | Reprodução

O prefeito do Rio, Marcelo crivella, fez uma declaração polêmica, na manhã desta sexta-feira (13), sobre a tragédia que ocorreu no Hospital Badim, vítima de um incêndio que deixou 11 mortos. Durante uma entrevista a um grupo de jornalistas, o prefeito destacou que o episódio precisa ser investigado e ainda insinuou que o incêndio pode ter sido uma sabotagem. 

"O laudo vai dizer se houve ou não algum responsável. Mas, desgraçadamente, acidentes ocorrem em qualquer lugar. O prédio tinha todos os equipamentos. Na hora que eu vi todas as instalações, peço a Deus que esteja errado, mas é preciso ver se não houve sabotagens, é uma coisa que precisa ser investigada. Um motor que gera energia pegar fogo? O fogo vem da imprudência das pessoas, que acendem a chama em local que após não conseguem controlar, ou de algum circuito elétrico", disse Crivella.

O prefeito carioca ainda destacou que não acredita em falta de manutenção, já que a própria brigada de incêndio do hospital atuou para retirada de vítimas do local. "Os homens da própria unidade que retiraram os primeiros pacientes aqui de dentro do hospital", ressaltou.

Após a tragédia, a Prefeitura do Rio de Janeiro decretou luto de três dias. Crivella relatou que o cenário dentro da unidade de saúde é "a cena mais triste do mundo". 

"A cidade hoje amanheceu arrasada. Fui ao prédio queimado. Tudo coberto de preto, uma fuligem no chão, um pozinho fino que a gente imagina que seja do forro ou de borracha queimada. O prédio está completamente negro", relatou.

(Com informações do Extra)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS