Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


30°
R$

Notícias / Notícias Brasil

POLÊMICA

Modelos contratados para a festa da OAB lamentam polêmica

sexta-feira, 06/09/2019, 16:37 - Atualizado em 06/09/2019, 16:37 - Autor: Com informações Metrópoles


| (Reprodução/ Arquivo Pessoal)

A polêmica em torno da festa da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Nova Iguaçu (RJ) tem incomodado a dupla de modelos que foram contratados para o evento. 

A subseção da OAB na cidade fluminense foi intimada pela seção estadual a prestar esclarecimento sobre a contratação dos profissionais, que na ocasião estavam seminus, serviu tequila direto na boca dos participantes do evento, ocorrido no dia 30 de agosto.

A OAB-RJ se pronunciou através de nota; “Eventos comemorativos da advocacia devem ser compatíveis com o decoro da atividade profissional”.

“A gente acabou com fama de stripper, mas a gente não faz isso, não! Ninguém tira a roupa. É mais para divertir o pessoal. Eu trabalho muito em festas de 15 anos, até em casamentos. Minha mãe, evangélica, até passou mal!”, disse o modelo Jefferson Abreu, 33. Na festa, ele estava só de sunga e usava asas de anjo.

“Me ligaram perguntando como era. Eu expliquei que distribuía balas, para animar a festa e tirar fotos. Mas a pessoa que me contratou veio com a ideia de animar mais a coisa, trocar as balas por tequila. Também pediu sem camisa e para arrumar uma anjinha. Chamei a Andreza às pressas. Como não tinha asa para ela, fizemos uma diabinha”, completou ele.

A “diabinha” identificada como Andreza Cardoso, 22 anos. Ela também reclama da repercussão das fotos e vídeos do evento. “Eu não faço trabalho vulgar. Tenho recebido muitas mensagens das pessoas da dança questionando a festa, mas não é nada do que estão falando. Pela repercussão, não tive coragem de mostrar as fotos para o meu pai, mas eles me apoiam, sabem do meu trabalho sério e que eu não faria nada vulgar”, disse Andreza, que é dançarina profissional.

Vale lembrar que termina nesta sexta (06) o prazo dado pela OAB-RJ para que a subseção de Nova Iguaçu preste os esclarecimentos. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS