Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


25°
R$

Notícias / Notícias Brasil

APÓS DEPOIMENTO

Seguranças que chicotearam jovem têm prisão decretada

quarta-feira, 04/09/2019, 23:13 - Atualizado em 04/09/2019, 23:13 - Autor: DOL


Além da vítima, foram ouvidos o gerente do estabelecimento e outras testemunhas
Além da vítima, foram ouvidos o gerente do estabelecimento e outras testemunhas | Reprodução/Google Street View

A justiça determinou a prisão temporária de Davi de Oliveira Fernandes, de 37 anos, e Valdir Bispo dos Santos, de 49 anos, os seguranças que chicotearam um jovem dentro de um supermercado na zona sul de São Paulo.

A decisão é da juíza Tatiana Ormeleze. A dupla foi identificada pela Polícia Civil após depoimentos da própria vítima, do gerente do estabelecimento e de outras testemunhas.

“Há fortes elementos ligando os representados à autoria do crime de tortura, tanto que foram divulgadas gravações do ofendido sendo açoitado pelos seguranças”, afirma a juíza. “Ademais, o relato da vítima é detalhado em apontar como ocorreram as agressões”, complementa.

Durante o momento de tortura, o jovem confessou que furtou um chocolate no estabelecimento
Durante o momento de tortura, o jovem confessou que furtou um chocolate no estabelecimento Reprodução
 

LEIA TAMBÉM: Vídeo mostra jovem sendo chicoteado por seguranças de supermercado por ter furtado chocolate

Ao justificar o mandado de busca e apreensão, ela afirma que “o indeferimento da medida pode fazer com que a prova da materialidade dos crimes investigados se perca pelo desaparecimento de seus indícios. Por outro lado, acaso nada de ilícito seja encontrado no local, os moradores sofrerão um inconveniente suportável, especialmente quando a razoabilidade indicar que a medida é essencial ao atendimento do interesse público, em resguardo aos direitos da sociedade como um todo”, conclui.

(Com informações do Exame)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS