Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
IMPACTOS NA SAÚDE

Pandemia pode afetar o sono infantil; fique atento!

Consultora explica os fatores que prejudicam o sono e o que pais podem fazer para ajudar.

quinta-feira, 08/04/2021, 12:22 - Atualizado em 08/04/2021, 12:22 - Autor: Andressa Ferreira


No BABY DOL dessa semana, a consultora do sono infantil, Lorena Coral, explica os fatores que prejudicam o sono e o que pais podem fazer para ajudar os filhos a dormirem melhor.
No BABY DOL dessa semana, a consultora do sono infantil, Lorena Coral, explica os fatores que prejudicam o sono e o que pais podem fazer para ajudar os filhos a dormirem melhor. | Emerson Coe/DOL

Como anda o seu sono na pandemia? E do seu filho? Sabia que o sono insuficiente pode causar problemas a curto e longo prazo? Especialistas alertam que as rotinas de sono parecem ter piorado silenciosamente e rapidamente entre crianças e adolescentes. Os motivos são inúmeros e vão desde tempo extra em frente as telas ou até mesmo o estresse. 

Segundo a Academia Americana de Medicina do Sono, a recomendação é de 10 a 13 horas de sono noturno para crianças de 3 a 5 anos de idade; 9 a 12 horas para crianças de 6 a 12 anos e 8 a 10 horas para adolescentes. Mas, a realidade atual é que muitas crianças e adolescentes não estão dormindo o suficiente!

O oitavo episódio da nova temporada do BABY DOL, assinada pela jornalista Andressa Ferreira, traz uma entrevista com a consultora do sono infantil, Lorena Coral, que explica os fatores que prejudicam o sono e o que pais podem fazer para ajudar os filhos a dormirem melhor.

A coluna traz ainda, a experiência da nutricionista Paula Lima, mãe do Paulo Henrique, de apenas três anos, que precisou mudar a rotina da família para garantir a qualidade de sono do filho.

Assista: 

Veja também:

Reportagem: Andressa Ferreira (@maedobenicio_)

Edição: Enderson Oliveira

Coordenação Multimídia: Haynna Halex

Multimídia: Emerson Coe

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS