Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / BabyDOL

BABY DOL

A partir de que idade a criança deve ir ao dentista? 

quinta-feira, 31/10/2019, 16:07 - Atualizado em 31/10/2019, 16:07 - Autor: Andressa Ferreira


Escovação desde cedo garante a saúde bucal das crianças.
Escovação desde cedo garante a saúde bucal das crianças. | Reprodução

Você sabia que mesmo quando o bebê não tem nenhum dentinho, é importante manter a higiene da saúde bucal em dia? Mas, afinal, a partir de que idade a criança deve ir ao dentista?

Má alimentação infantil pode provocar doenças; veja as consequências e como evitar

Segundo Marina Toppino, dentista do Hapvida Mais Odonto, a visita deve ser feita a partir dos 6 ou 7 meses, quando começam a surgir os dentes.

Como criar um filho emocionalmente saudável?

“Mesmo se alimentando só de leite materno, a higiene, mesmo nessa fase, não pode ser negligenciada e evita problemas como cáries, placas e mau hálito", alerta.

Dentista Marina Toppino dá dicas para deixar a saúde bucal da criança em dia.
Dentista Marina Toppino dá dicas para deixar a saúde bucal da criança em dia. Divulgação
 

Para fazer a higiene, a especialista recomenda "usar água filtrada ou fervida, esperar esfriar e molhar a gaze com movimentos circulares ou retilíneos em toda a mucosa, sempre de dentro pra fora, na língua, bochecha, gengiva”.

Alimentação infantil: o que fazer quando a criança não come?

No entanto, a visita ao médico deve ser antecipada, se antes do surgimento dos dentes os pais observarem algo de diferente na gengiva ou mucosa.

Caso os dentes já tenham nascido, eles precisam sim, ser escovados. Mas, atenção, Toppino alerta para a preferência das escovas.  

“Podem até usar aquela escova de dedo, mas ela é menos eficiente do que a normal, então, se desde o início for possível o uso da escova de dente normal, de cerda macia, cabeça pequena, melhor. Essa escovação deve ser feita como na do adulto, em todas as fases, por dentro, na frente, atrás. Removendo bem a sujeira”, ensina.

Bullying na infância e adolescência: Como identificar e combater?

Mas, e nessa fase, fio dental e enxaguantes bucais são recomendados? A especialista explica que não. Segundo Toppino , basta uma boa escovação. 

“Fio dental é complicado porque os espaços entre os dentes nessa fase ainda são grandes. Mas se os dentes nascerem juntinhos, já pode passar com bastante cuidado", explica.

A partir dos 5 ou 6 anos

Segundo a dentista, o enxaguante bucal só é indicado a partir dos 5 ou 6 anos, se necessário.

"A criança precisa saber direitinho bochechar e cuspir, quando ela é pequeninha ainda não consegue, não tem esse controle adequado, ela pode ingerir o produto, que é bem forte, por isso não é indicado”, alerta a especialista.

Crianças: veja como evitar acidentes em escadas rolantes e elevadores

E atenção! Cada um com seu creme dental. O creme dental do adulto, segundo Marina, é bem diferente do bebê e da criança, por causa da presença do flúor, que em excesso pode trazer graves problemas às crianças.

“O creme dental do adulto é mais forte, tem uma concentração alta de flúor que pode fazer mal para a criança, que nessa fase ainda ingere o creme dental. A super dosagem de flúor pode gerar a fluorose dentária, que pode causar manchas esbranquiçadas nos dentes e afetar a formação dentária dos pequenos, dependendo da superdosagem de flúor na criança”, explica a especialista do Hapvida Mais Odonto.

Como ajudar uma mãe com depressão pós-parto?

A freqüência das visitas ao dentista, segundo a Associação Brasileira de Odontopediatria (ABOPED), dependerá do risco que o paciente apresentar para desenvolver alguma doença, o que será determinado pelo profissional.

No entanto, dos 12 aos 36 meses, a ABOPED recomenda que haja consultas trimestrais para o acompanhamento do desenvolvimento da primeira dentição. Já no acompanhamento posterior, consultas semestrais são recomendadas para os pacientes controlados.

DENTES PERMANENTES

Segundo o guia de saúde oral materno-infantil, divulgado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), o período de troca dos dentes de leite pelos dentes permanentes tem início após a criança completar cinco ou seis anos.

Todos os 20 dentes de leite, segundo o guia, devem ser trocados até os 11 ou 12 anos. Já os chamados dentes “sisos” podem aparecer em diferentes idades, geralmente após os 17 anos.

Reportagem: Andressa Ferreira

Multimídia: Gabriel Caldas

Edição: Gustavo Dutra

Escovação desde cedo garante a saúde bucal das crianças.
Escovação desde cedo garante a saúde bucal das crianças. | Reprodução
Dentista Marina Toppino dá dicas para deixar a saúde bucal da criança em dia.
Escovação desde cedo garante a saúde bucal das crianças. | Reprodução

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS