Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / AgroPará

REVISTA AGROPARÁ

Açaí movimenta mais de R$ 1,5 bilhão na economia paraense

domingo, 15/12/2019, 11:42 - Atualizado em 15/12/2019, 11:54 - Autor: Igor Reis


| Divulgação

A balança comercial do açaí movimenta mais de R$ 1,5 bilhão na economia paraense por ano. O Pará é responsável por 95% de todo o produto produzido no Brasil. Nos últimos anos outro ramo do negócio passou a prosperar significativamente: a exportação para outros países. Esse cenário promissor garantiu que a empresa Goola Açaí fosse reconhecida como o destaque do setor na premiação Agropará deste ano. Atualmente a empresa, fundada em 1995 pelo catarinense Bem-Hur Borges, concentra quase toda sua produção no mercado internacional, exportando para mais de 15 países em quatro continentes. Um roteiro que Bem jamais poderia imaginar quando chegou ao estado em 1973, para trabalhar como engenheiro florestal.

Divulgação
 

Após viajar ao Marajó no início da década do 80, ele teve seu primeiro contato com o fruto amazônico, e decidiu que iria dedicar sua vida ao setor. Em 2000, já tinha a primeira fábrica própria, começando imediatamente as exportações, a maioria para os Estados Unidos. De lá para cá, muito se desenvolveu em pesquisa, através de convênios com universidades, o que permitiu à empresa perceber seu papel não apenas econômico, mas social. Instalada no Acará, na região nordeste do estado, a Goola atua em parceria com 27 comunidades de pequenos produtores da região, fornecendo suporte e comprando as produções. Além disso, a empresa organiza iniciativas para alertar o estado para os graves problemas gerados pelo extrativismo.

“Se o Pará quiser preservar seu açaí, precisa parar com o extrativismo urgentemente. O açaí só aumentou sua presença no mercado, mas em termos tecnológicos estamos ainda extremamente primitivos, muito jovens no processamento, dependentes de um extrativismo que acaba com a terra, explora trabalho infantil e não oferece segurança. Estamos investindo muito em plantios racionais, que dê ao mercado segurança ao trabalhar com açaí pra evitar esse tipo de coisa. Eu tenho coligação com várias empresas e todas estão preocupadas com isso”, diz Bem Hur.

Divulgação
 

A produção da Goola está voltada exclusivamente para produtos prontos para consumo, em forma do chamado “frozen”. Se lançar em um mercado dominado por empresas de outros estados é um desafio. “Meu trabalho é o desenvolvimento de produtos e a otimização do processo produtivo na lavoura. Nosso objetivo é estabelecer um método de produção que possa ser propagado e que permita às empresas uma matéria prima de melhor qualidade a um preço menor, e, através das pesquisas e investimentos em tecnologia, fazer com que o açaí seja produzido em maior quantidade e com um período de safra bem mais longo”, diz ele. 

| Divulgação
| Divulgação
| Divulgação

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS