Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Notícias

BRUTALIDADE

Vendedor de açaí foi assassinado após ter casa invadida em Outeiro

O crime aconteceu ontem de madrugada, após a vítima ter a casa invadida por quatro homens. Segundo testemunhas, os assassinos eram jovens e pareciam sob efeito de drogas. Um suspeito foi preso

terça-feira, 20/10/2020, 10:41 - Atualizado em 20/10/2020, 10:41 - Autor: J.R Avelar


A vítima estava com a esposa quando teve a casa invadida
A vítima estava com a esposa quando teve a casa invadida | Reprodução

Amigos do vendedor de açaí Lúcio Mário Pereira Bahia, de 47 anos, ficaram chocados com a notícia que receberam ainda ontem de madrugada. Preferiram lembrar o homem alegre e sempre de bem com a vida e que a teve roubada de maneira covarde por quatro criminosos. Um dos suspeitos foi preso.

O assassinato seguido de roubo aconteceu no bairro Água Boa, distrito de Outeiro, que integra a Região Metropolitana de Belém. Segundo o que já foi apurado, Lúcio foi morto na travessa Silva Amanajás, entre as travessas Luiz Moraes e Laranjeiras.

Pará é o Estado que mais reduziu a violência em todo o Brasil 

Equipe da TV Liberal é mantida em cárcere privado dentro de igreja evangélica em Belém

Quatro homens tiveram acesso à residência de Lúcio e o renderam, junto com a esposa. Eles iam comprar açaí quando foram surpreendidos. Enquanto reviravam a casa atrás de objetos de valores, um dos criminosos questionou sobre o dinheiro que iria servir para comprar o açaí.

Temendo pela vida, a vítima informou que estava em seu veículo. Nesse momento dois criminosos foram até o carro, acompanhando a vítima, e em busca do dinheiro, enquanto o terceiro ficou com a esposa de Lúcio na residência, ameaçando-a com uma faca. O quarto assaltante ficou na “contenção”.

Segundo ainda o relato, a esposa ouviu os tiros e, quando correu para socorrer o marido, já o encontrou sem vida. Ele levou dois tiros na cabeça e três facadas no tórax.

DESESPERO

Desesperada, ela ainda buscou socorro, no entanto já era tarde. Policiais militares foram acionados e ainda fizeram buscas na madrugada, no sentido de localizar os assassinos que, segundo testemunhas, eram muito jovens e com aparência de estarem sob efeito de drogas.

Uma equipe da Divisão de Homicídios da Polícia Civil esteve no local coletando informações, que farão parte do inquérito a ser conduzido pela Delegacia de Polícia Civil do Outeiro. Peritos do Instituto de Criminalística realizaram o levantamento de local de crime e remoção do corpo.

Ao saber do latrocínio, policiais militares fizeram várias buscas e conseguiram abordar um suspeito, que foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Outeiro. Lá ele foi reconhecido e autuado em flagrante pelo latrocínio. Os outros três estão sendo procurados.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS