Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


23°
R$

Notícias

FLAGRANTE

Mulher é presa com R$1.000 falsos em Ananindeua

segunda-feira, 15/07/2019, 09:44 - Atualizado em 15/07/2019, 09:44 - Autor: JR Avelar


| Divulgação

Um “derrame” de dinheiro falso em Ananindeua vinha tirando o sono de pequenos comerciantes e vendedores, que teriam sido vítimas de uma mulher, que por sua vez seria um dos braços de uma quadrilha no município. O caso chegou ao conhecimento de policiais militares que foram conferir a história. A mulher foi presa e R$ 1.000 foram apreendidos, segundo informações fornecidas pelo sargento Paulo Lima, cabo C. Borges e soldado Reis.

Os PMs foram chamados por policiais civis da Seccional do Paar. E lá os militares encontraram um homem que havia vendido um televisor para Leonica Brenda Castro da Silva, a R$700 em dinheiro.

Até aí, tudo parecia normal, se não fosse a irregularidade descoberta. As notas repassadas ao vendedor eram todas falsas e de maneira grosseira. Como a mulher estava interessada em outro objeto, foi montado um encontro na estrada do Maguari, em frente ao Fórum de Ananindeua, para a concretização de novo negócio.

Leonica Brenda Castro da Silva, que mora no bairro Santana do Aurá, pensando que o golpe não tinha sido descoberto, chegou ao local combinado para comprar um micro-ondas. Acabou presa em flagrante.

Questionada, ela levou os policiais militares até a sua casa, onde mais R$300 em notas falsas foram apreendidas e encaminhadas ao delegado Clóvis Oliveira, da Polícia Civil, que a autuou em flagrante. Ao todo foram apreendidos R$1.000 em dinheiro falso, sendo 25 notas de R$20, seis de R$50 e duas de R$100, além de um micro-ondas e um televisor.

ADVERTÊNCIA

Os policiais advertem que comerciantes e demais pessoas que vendem objetos através de aplicativos tenham cuidado durante as transações. O teor do depoimento de Leonica Brenda Castro da Silva não foi revelado, sendo que as investigações para flagrara crimes similares continuam.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS