Diário Online

Iniciar impressão | Voltar para página


Terça-Feira, 19/03/2019 - 19h10

Felipe Anderson confessa vontade maior em marcar do que dar assistências

Felipe Anderson confessa vontade maior em marcar do que dar assistências (Foto: Divulgação)
Felipe Anderson confessa vontade maior em marcar do que dar assistências (Foto: Divulgação)

Apesar de atuar no meio de campo, Felipe Anderson não quis esconder a vontade de marcar cada vez mais e mais gols. Nesta terça-feira, em entrevista coletiva concedida na concentração da Seleção Brasileira, em Porto (Portugal), o atleta do West Ham também admitiu que a versatilidade pode estar ao seu favor em futuras convocações do técnico Tite.

“Ultimamente tenho jogado mais ofensivamente, mas também tenho liberdade para vir no meio e participar da criação. Creio que isso pode me ajudar também, pelo fato de jogar pelo meio e pela beirada. Tenho vontade mais de fazer gols do que assistências, mas o importante é meu trabalho para o time. Se eu puder estar somando para o time, já é importante”, revelou.

O Brasil enfrenta o Panamá neste sábado, às 14h00 (horário de Brasília), no Estádio do Dragão. Após o confronto, os comandados de Tite têm amistoso marcado contra a República Tcheca, em Praga, na próxima terça-feira.

Também em sua entrevista coletiva, Felipe Anderson relembrou a conquista do ouro olímpico, em 2016, mas demonstrou acreditar que seu momento atual é o responsável pela convocação para os amistosos.

“Já se passaram dois anos e certeza que foi uma conquista muito grande, um sonho que realizamos e que pude participar. Mas sempre falo que futebol você vive sempre do momento, do dia a dia, sempre o próximo jogo é o mais importante”, finalizou.

Veja também:

Boselli pede oportunidade a Danilo Avelar na Seleção Brasileira

Em treino, Tite esboça escalação para partida contra o Panamá

Gabriel Jesus minimiza reserva no City e admite abatimento pós-Copa

Fonte: Gazeta Esportiva


Iniciar impressão | Voltar para página

Endereço da página:

Endereço do site: