Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


32°
R$
ESTRATÉGIAS 

Leão do toque de bola vai encarar um Tombense fechado na defesa e que sai nos contra-ataques

quinta-feira, 30/05/2019, 11:03 - Atualizado em 30/05/2019, 15:46 - Autor: Matheus Miranda de Oliveira


O zagueiro Marcão exalta o desempenho fora de casa do time azulino e espera por mais uma vitória
O zagueiro Marcão exalta o desempenho fora de casa do time azulino e espera por mais uma vitória | Ney Marcondes

A partir de hoje, em treinamento fechado à imprensa, a comissão técnica do Clube do Remo iniciará a montagem do plano de jogo para o confronto diante do Tombense, na próxima segunda-feira (3), em Tombos, interior de Minas Gerais, pela sexta rodada da Série C.

O time titular, contudo, não deverá ter mudanças significativas. Apenas o lateral-esquerdo Ronaell, que se recupera de lesão grau 1 na posterior da coxa direta, não estará à disposição. Dessa maneira, Daniel Vançan deverá assumir o posto. Apesar da alteração, a ideia é seguir com a mesma postura exibida até o momento, priorizando o toque de bola na busca da criação de jogadas, sendo esperado, portanto, um duelo de estilos, pois o Gavião-Carcará atua de forma totalmente distinta em campo.

De forma mais atrativa, desde que iniciou a sua trajetória nesta Terceirona, o Leão busca o controle das partidas, sobretudo pelo meio-campo, setor pelo qual tem dado o respaldo defensivo/ofensivo. Além disso, ao se utilizar de passes rápidos, os azulinos usam de forma regular a saída através dos laterais. Do lado mineiro, no entanto, o carro-chefe é o contra-ataque.

Em casa ou como visitante, o Tombense tem demonstrado um estilo de jogo mais cadenciado, no intuito de manter solidez na defesa, antes partir em busca do gol. Na partida diante do Ypiranga-RS, ocasião em que teve a primeira vitória no certame nacional, a partida foi parelha, já que o rival na ocasião também é defensivo taticamente.

Assim, mesmo em momentos diferentes na competição, o exemplo contra o próprio Ypiranga-RS serve de inspiração para que os remistas adentrem no gramado com sede de vitória do começo ao fim. “Claro, é importante vencer, independente se é fora ou em casa. Tem que fazer os três pontos pra estar sempre na parte de cima na tabela. Quem quer almejar subir à Série B, tem sempre que querer vencer”, ponderou o zagueiro azulino Marcão.

O defensor, aliás, comentou o fato de ter anotado um gol que, desta vez, ajudou o time a sair vitorioso, diferentemente do seu primeiro tento com a camisa azulina, contra, que gerou a única derrota do grupo sob o comando de Márcio Fernandes. “Teve até a brincadeira que eu consegui fazer o gol contra e agora a favor. Estamos bem, juntos e descontraídos, mas sempre trabalhando forte. Estamos nos portando bem fora de casa e vamos em busca de mais uma vitória”, ratificou o defensor.

E MAIS...

- No jogo passado, contra o Atlético-AC, no Mangueirão, o até então estreante Guilherme Garré, bem requisitado para ser um dos jogadores diferenciados do elenco remista para ajudar nessa campanha em direção ao mata-mata da Série C, correspondeu à altura os pedidos para a sua entrada, ao ter atuado de forma convincente no segundo tempo da vitória por 2 a 0 contra o time acriano. Embora o intuito seja a manutenção da equipe que tem começado as partidas, o meia-atacante se credenciou para ser uma peça frequente e até mesmo a uma vaga como titular do Leão.

- Para o jogador, a escolha fica por conta do treinador, mas ele reiterou que deseja sempre jogar, sobretudo nesse momento importante vivido pelo Leão na competição. “O objetivo de todo mundo é jogar e temos que estar preparados pra quando a oportunidade pintar a gente dar o melhor. (Liderança) A gente tá merecendo. Temos que aproveitar esse momento porque é difícil chegar ao topo. Temos tudo pra continuar, mas com o pé no chão”, refletiu o atleta.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS