Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Esporte / Parazão

Parazão

Ex-jogadores do PSC são figuras importantes no PFC

sábado, 11/05/2013, 09:42 - Atualizado em 11/05/2013, 09:43 - Autor:


Sendo o Paragominas um time cujo grupo é composto por vários atletas experientes, não seria de estranhar que vários deles já tivessem passado pelo futebol da capital antes. Que tenham defendido os titãs e até conquistado o título estadual também é esperado mas, ao analisarmos os atletas que já passaram pelo Paysandu no elenco do Paragominas chegamos a um número considerável: sete! Sete dias da semana, sete pecados capitais, sete anjos e uma vitória em Re-Pa que deixa a torcida bicolor alegre há mais de 60 anos... O número sete, na simbologia, tem um valor grande e poderoso, será um sinal que um destes sete desportistas podem decidir o campeonato? Analisaremos.


O entrosamento dos zagueiros Cristovam e Rubran começou na equipe sub-20 bicolor onde jogavam juntos. Foram alguns anos e algumas poucas oportunidades no elenco principal até os atletas serem dispensados e seguirem rumos diferentes. Quis o destino que se voltassem a jogar juntos no Paragominas. “O Paysandu me lembra de muitas alegrias. Foi o clube onde me formei e me preparei para ser um atleta profissional, tenho muito carinho pelo clube”, declarou Rubran.


O experiente San não foi formado no Paysandu, mas foi o clube onde ele se destacou. “Cheguei a disputar a Série A com a camisa bicolor após 2003. Fui campeão estadual duas vezes lá. Alguns torcedores não encararam muito bem quando eu me transferi para o Remo, após sair de lá, mas a verdade é que eu tenho um carinho pelo Paysandu por tudo que ganhamos lá”, disse o volante, que fez a famosa travessia da Almirante Barroso em 2008.


2008, por sinal, é um ano chave nessa mística. Naquele ano, o Paysandu entrou em uma fase negra, com derrotas, após a eliminação no primeiro turno e só viria a se recuperar após Charles Guerreiro, então gerente de futebol, assumir o comando técnico. “Assumimos o Paysandu em má fase e sem série para disputar e colocamos ele na Série C. Foi uma arrancada impressionante, com grande participação dos atletas, que se doaram em campo nas últimas rodadas”, disse o técnico, que contava naquele ano com Paulo de Tarso e Beá no seu grupo de jogadores.


O último atleta dessa lista também trabalhou com Charles no Paysandu, mas foi em sua segunda passagem, em 2010, quando conquistaram o campeonato estadual e, por pouco, não conquistaram o acesso a Série C. Em um time que contava com os habilidosos Thiago Potiguar e Fabrício, Marquinho era o homem de confiança de Charles, como é também agora no Paragominas. Charles e Marquinho, uma dupla que deu ao Paysandu seu último título estadual estará predestinada a dar ao Paragominas o seu primeiro? A resposta teremos a partir deste domingo.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS